cdl novo

Kariello nega falta de diálogo, diz que avenida não será bloqueada e garante: “A aceitação é espetacular”

Para secretário, dizer que falta de diálogo é um “exagero total”, já que as conversas sobre o projeto acontecem, segundo o gestor, há dois anos

LUÍS GOMES, DA REDAÇÃO 26 de Jul de 2017 - 18h03, atualizado às 19h53
Compartilhe
Foto: Facebook
Secretário Kariello Coelho: “A oposição não tem o que criticar porque conhece o projeto. Como não tem falhas, estão criando situações que não existem”

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Emprego da Capital (Sedem), Kariello Coelho, falou ao CT sobre o projeto do Shopping a Céu Aberto que está sendo implantado em Taquaralto e que já é alvo de críticas de alguns empresários da região e até de ação judicial. Ele rebateu as críticas de falta de diálogo apontadas por alguns comerciantes e vereadores de oposição, classificando de um “exagero total”, já que as conversas sobre o projeto acontecem, segundo o gestor, há dois anos. Kariello ainda garantiu que a Avenida Tocantins não será bloqueadas.

Os empresários de Taquaralto se reuniram nessa terça-feira, 25, para tratar das obras, com a presença de alguns políticos. “A oposição não tem o que criticar porque conhece o projeto. Como não tem falhas, estão criando situações que não existem”, disse Kariello Coelho. Diante da polêmica, o secretário revelou que a Prefeitura de Palmas já iniciou na manhã desta quarta-feira, 26, uma etapa de visitas aos empresários, entregando cartilhas sobre a obra e tirando dúvidas. “A aceitação é espetacular”, garantiu.

“Toda a calçada vai ser coberta, vai todo mundo transitar com segurança. Outro padrão de atendimento, com acessibilidade; canteiro central com ciclovia, arborização nova, asfalto novo. E não existe dificuldade de estacionamento, nem de bloqueio de via”, acrescentou Kariello Coelho, dando destaque quanto o trânsito na Avenida Tocantins. “As vias terão estacionamento sim, mas vão se limitar a veículos pequenos e ônibus de linha, transporte coletivo. Já a carga e descarga vão parar nas vias laterais, de mão única. Haverá uma reorganização”, explicou.

O secretário também citou outra solução para os veículos. “Nós temos Legislação aprovada no município em que terrenos vazios podem ser convertidos em estacionamento. Todos aqueles terrenos ao redor da avenida Tocantins poderão ser utilizados”, explicou. Quem pensar em oferecer este serviço também receberá os mesmos benefícios dos empresários que aderirem ao projeto, como a isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), bem como a taxa de coleta de lixo. “Em nenhum momento será bloqueada a Avenida Tocantins”, reforçou.

Sobre a argumentação de que não houve diálogo, Kariello Coelho avaliou como um “exagero total”. “Todos foram convidados para inúmeras reuniões há dois anos no prédio do Sebrae [Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas]. A Acipa [Associação Comercial e Industrial de Palmas] também conhece o projeto”, afirmou. De toda forma, o secretário disse que a prefeitura está aberta ao atendimento, podendo o empresário tirar as dúvidas na Subprefeitura da Região Sul.

“O projeto é simples, não tem nada demais. Não é necessário audiência pública”, concluiu Kariello Coelho, discordando da argumentação de empresários contrários ao Shopping a Céu Aberto. Pleito que é tratado na ação movida por nove comerciantes e que tramita na 4ª Vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas.

 

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital