cdl novo

PF cumpre mandados de prisão contra grupo que sequestrou gerente da Caixa de Taguatinga

Suspeita-se que os investigados fazem parte de uma organização criminosa especializada em cometer crimes contra instituições financeira, correios, tráfico de armas e roubo de carga

Da Redação 10 de Oct de 2017 - 08h45, atualizado às 08h55
Compartilhe
A Polícia Federal, por meio de investigação conduzida pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio da União e Tráfico de Armas (Delepat), deflagrou nesta manhã, de terça-feira, 10, a Operação Nomas. O objetivo é prender quatro criminosos responsáveis por cometer crime de extorsão, mediante sequestro praticado contra o gerente da agência da Caixa Econômica Federal de Taguatinga, ocorrido entre os dias 18 e 19 de maio de 2017.

Cerca de 20 Policiais Federais cumprem mandados de busca e apreensão e mandados de prisão nos municípios de Barreiras (BA), Luís Eduardo Magalhães (BA) e Jacobina (BA), todos expedidos pela Subseção Judiciária Federal de Gurupi. Os presos serão recolhidos à Casa de Prisão Provisória de Palmas.

Suspeita-se que os investigados fazem parte de uma organização criminosa especializada em cometer crimes contra instituições financeira, correios, tráfico de armas e roubo de carga em estradas.

Nômade
O nome da operação faz referência a etimologia da palavra nômade que em grego é “nomas” significando tribo ou etnia que não se fixa em lugares e vive mudando, pejorativamente se refere a sujeito que vagueia sem rumo fixo.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital