cdl novo

Com ladeiras perigosas, Sindicato dos Caminhoneiros cobra sinalização e manutenção da TO-020 e TO-030

Da Redação 13 de Nov de 2017 - 09h40, atualizado às 10h51
Compartilhe
Foto: Divulgação/Sindcamto
Sinalização coberta pela vegetação na TO-020, que fica entre Palmas e Aparecida do Rio Negro
Os riscos oferecidos por duas ladeiras próximas à Capital - uma entre Palmas e Aparecida do Rio Negro e outra entre Taquaruçu a Santa Tereza, tem preocupado o Sindicato dos Caminhoneiros do Estado do Tocantins (Sindcamto). Para previnir a ocorrência de novos acidentes, a entidade cobra das autoridades responsáveis pelo tráfego rodoviário no Estado a manutenção constante nas rodovias e sinalização.

O primeiro caso trata-se da subida da Serra do Carmo na TO-020, próxima à margem do córrego Taquaruçu Grande. No local, diversos acidentes já foram registrados, com prejuízos materiais e morte.

No caso da ladeira da TO-030 entre o distrito de Taquaruçu e Santa Tereza do Tocantins o presidente do Sindcamto, José Aparecido do Nascimento, recorda entre outros ocorridos o acidente que em 2014 matou um seminarista e deixou outras pessoas feridas.

“Só o fato de implantar melhor sinalização, pode evitar a maioria das tragédias nos dois locais que já são sinônimos de fatalidades”, afirmou o sindicalista.

José Aparecido alerta que os acidentes ocorrem também em função das curvas acentuadas e fortes quedas das referidas decidas. Ele afirma que para evitar as tragédias, os órgãos precisam fazer manutenção constante nas rodovias, com o máximo de placas de alerta próximas das ladeiras. “O risco é maior para quem trafega no sentido Aparecida/Palmas, e Santa Tereza/Taquaruçu, exigindo alertas mais eficazes nas proximidades das ladeiras”, ressaltou.

Próximo a decida de Palmas a Aparecida, segundo o sindicalista, só existe uma placa de alerta, pedindo atenção para que “caminhões e ônibus usem freio motor”, insuficiente segundo o presidente, diante dos riscos oferecidos.

O representante sindical conta que a placa na ladeira entre a Capital e Aparecida no momento está livre da vegetação, devido o proprietário do terreno ao lado ter procedido a limpeza no local.

O presidente do Sindcamto ressalta que marcas de pneus são vistas todos os dias nos dois declives mencionados, devido as bruscas frenagens exigidas principalmente pelos veículos de grande porte.

José Aparecido observa ainda que os acidentes na ladeira da TO-020 podem se tornar mais frequentes em função da federalização da via estadual, conforme projeto aprovado na Assembleia Legislativa, dia 31 de outubro. “É uma preocupação a mais, pois transformando em BR-010, estrada federal, o risco pode crescer devido ao aumento do fluxo de veículos, exigindo com isso mais e melhor sinalização, e até mesmo mudanças na estrutura do local”, finaliza o presidente.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital