cdl novo

UTI do HGP diminui mais de 300% do tempo de permanência dos pacientes na unidade

Hospital é considerado referência no Estado e municípios vizinhos e oferece cerca de 30 especialidades

RAIMUNDA CARVALHO, DA REDAÇÃO 05 de Dec de 2017 - 08h52, atualizado às 09h22
Compartilhe
Foto: Ascom
Unidade implantou os processos alinhados no mapeamento do valor agregado ao paciente pelo método Lean Healthcare

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Palmas (HGP) atende pacientes críticos, com risco de morte, de todas as especialidades médicas, da pneumomia grave a paciente politraumatizado. Desde junho deste ano, a UTI passou por avanços, incluindo o tempo de permanência, otimização, implantação de processos alinhados no mapeamento do fluxo. O setor conta com cerca de 150 servidores.

O coordenador da UTI do HGP, o médico Leonardo Guimarães Castro Boa Sorte, comemora a diminuição do tempo de permanência “Antes eram mais de 30 dias e agora passamos a ter em média sete dias, ou seja, mais de 300%. Considerando uma taxa de ocupação acima de 80%, podemos dizer que atendemos uma média de 81 pacientes, com os 19 leitos em pleno funcionamento”, afirmou.

O médico ainda explica a otimização da taxa de desempenho, de utilização e de qualidade na assistência ao paciente. “Obtivemos um aumento expressivo na produtividade e consequentemente na rotatividade de leitos, o que nos proporciona um 'sistema puxado', onde a UTI 'puxa' o paciente crítico em um fluxo contínuo 'automatizado' do setor de urgência/emergência para UTI, contrariando o que acontecia anteriormente, o 'sistema empurrado', oriundo de uma super-lotação e por falta de vaga e rotatividade dos leitos”, ressaltou.

A unidade implantou os processos alinhados no mapeamento do valor agregado ao paciente pelo método Lean Healthcare, que foca no combate ao desperdício, alocando o recurso certo, na hora certa, na medida certa, para o paciente certo.

Para o diretor Daniel Hiramatsu, o intuito é a melhoria dos serviços prestados ao paciente no maior hospital público do Estado. “Estamos trabalhando focando no paciente, além da busca da melhoria da qualidade dos serviços de saúde. Nosso objetivo é nos tornarmos referência em prestação de serviços de UTI. Contamos com profissionais qualificados e comprometidos que trabalham de forma conjunta para um melhor atendimento ao paciente que necessita do HGP”, destacou.

Quem está entusiasmada é a enfermeira Jakellyne Costa. “Quando o paciente sai da UTI mais rápido é sinal que o nosso trabalho está surtindo efeito, nos últimos meses, devidos as normas que foram implantadas, novas rotinas, melhorou bastante. Isso realmente incentiva os profissionais”, declarou.

O Hospital Geral de Palmas (HGP) é considerado uma unidade de média e alta complexidade, sendo referência para o atendimento no Estado e municípios vizinhos, oferece cerca de 30 especialidades. (Com informações da asssessoria de imprensa)

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital