Dor na Coluna e na perna - Você sente essa dor? E quando está frio, costuma piorar? Saiba o que fazer para prevenir e aliviar as dores do nervo ciático

ADLA QUEIROZ, DA REDAÇÃO 28 de Mar de 2014 - 13h27, atualizado às 14h10
Compartilhe
“Dor pode começar com um formigamento leve que aumenta aos poucos.”

Doenças degenerativas da coluna estão cada vez mais insidiosas
Com a expectativa de vida cada vez maior, as doenças degenerativas da coluna, como artrose, escoliose, estenose, entre outras, estão cada vez mais insidiosas. "Cerca de 80% dos seres humanos vão ter pelo menos uma crise de dor nas costas durante a vida". O nervo ciático é o maior do corpo humano e responsável pela sensibilidade, mobilidade e articulações dos membros inferiores.

Se há uma inflamação ou compressão nesse nervo, pode ocorrer a dor ciática - geralmente, ela começa com um formigamento leve e pode aumentar progressivamente de intensidade ou aparecer repentinamente, como agulhadas. No entanto, vale ressaltar que essa dor não é uma doença, mas o sintoma de algum problema e, na maioria das vezes, é causada por uma hérnia de disco.
Nervo ciático é o maior do corpo humano


Quando há relação com a hérnia, a dor pode aparecer subitamente e até reduzir a capacidade de a pessoa se movimentar, principalmente na hora de andar.

Geralmente, essa dor costuma aparecer depois dos 40 anos de idade por causa do desgaste da cartilagem causado pelo envelhecimento, mas ela pode ocorrer também com crianças e jovens já que é um problema genético.

Esse desgaste, responsável por 90% dos casos de dor, pode ocorrer não só pelo envelhecimento e genética, mas também por causa do sobrepeso do paciente ou por ele carregar muito peso. Esses fatores, somados ao sedentarismo, cigarro e erros de postura, podem causar ainda a hérnia de disco, que pressiona o nervo ciático e é a principal causa da dor.

Nesses casos, quando a dor é crônica, não é aconselhável fazer exercícios durante as crises já que eles podem até piorar o problema. O ideal, nessa situação, é fazer uma compressa de 20 minutos com uma bolsa de água quente e ficar de repouso para aliviar a musculatura. Quando essa fase aguda passar, o paciente pode fazer os exercícios para fortalecer os músculos e proteger a coluna.

Dra. Danictieli Junqueira Caleman
CREFITO 12
133490-F
Doutoranda em Ciências da Saúde e Estresse Oxidativo
Mestre Profissional em UTI - Terapia Intensiva
Especialista em Saúde e Segurança do Trabalhador
Especialista em Gerontologia
Atuação Clinica em Fisioterapia Hospitalar, Terapia Manual e Coluna
Consultoria, Palestras, Cursos e Treinamentos
End: IOP Instituto Ortopédico de Palmas Clinicas Especializadas
602 Sul, Av NS 02, Conj. 09, Lt 02
Fones (63) 3214-1510 (63) 84532217 (63) 92655485
[email protected]
Ainda na hora da crise, o paciente não deve esticar as pernas ou ficar em absoluto repouso porque isso pode aumentar a dor. Outra dica é deitar, colocar um travesseiro entre as pernas e ficar de lado, com as pernas dobradas.

Por isso, para quem tem hérnia de disco, a melhor posição para dormir é essa – de lado e com o travesseiro entre as pernas – ou com a barriga para cima, com o travesseiro abaixo dos joelhos, mas nunca de bruços porque pode forçar a lombar e piorar a dor.

Fisioterapia - Como fazer?

1º- Consulte seu médico 

2º- Consulte nossa fisioterapeuta

3º- Agende sua consulta

“Nos dedicamos em receber nossos pacientes, acompanhá-los, escutá-los e tratá-los com profissionalismo e carinho. Priorizamos vários detalhes desde o espaço físico, a higiene, os equipamentos ate os atendimentos, sob a ótica de quem se dedica em aliviar a dor e gerar qualidade de vida, para cultivar sorrisos de satisfação. São cuidados que se sente...”

Para maiores informações, sugestões, duvidas e contatos, visite nossa Fan Page.


Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital