ct nov blue

Polícia Federal prende em São Paulo Wesley Batista, outro sócio da JBS

Da Agência Ansa 13 de Sep de 2017 - 08h15, atualizado às 08h19
Compartilhe
Foto: Divulgação
Wesley Batista: uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro com a divulgação da delação premiada
O sócio da JBS e irmão de Joesley, Wesley Batista, foi preso na manhã desta quarta-feira, 13, em São Paulo durante a segunda fase da Operação Tendão de Aquiles realizada pela Polícia Federal. A ordem de prisão preventiva foi expedida pela 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

Wesley foi preso na investigação do uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro entre abril e 17 maio de 2017, data em que foi divulgada informações sobre o acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria Geral da República.
   
Também há um pedido de prisão preventiva expedido contra Joesley, que já está detido em Brasília desde domingo, 10, após o relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, acatar os pedidos de prisão e investigação sobre o acordo de delação.
  
Além disso, a PF cumpre dois mandados de busca e apreensão. A 1ª fase foi deflagrada em 9 de junho quando foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital