Tonolucro

PRB, PPS e PP formam frente e discutem eleições; candidatura a governo deve ficar em aberto

Com Dimas cogitando Siqueira e Vicentinho ao Senado, Halum pode tirar grupo da chapa do republicano

LUÍS GOMES, DA REDAÇÃO 06 de Dec de 2017 - 16h04, atualizado às 16h56
Compartilhe
Fotos: Divulgação | Montagem: CT
Halum busca uma vaga de candidato ao Senado Federal; Eduardo do Dertins e Lázaro Botelho querem reeleição

A primeira frente partidária para 2018 está sendo formada por PRB, PPS e PP. As siglas se reúnem para discutir o processo eleitoral na segunda-feira, 11, a partir das 19 horas, no Buffet Belladata, localizado na 103 Sul, em Palmas. O encontro deve deixar em aberto a candidatura a governador do Tocantins e o foco deve ser o projeto dos presidentes de cada legenda do grupo. O deputado federal César Halum (PRB) quer uma vaga para disputar o Senado, enquanto Lázaro Botelho (PP) visa sua permanência na Câmara Federal; o deputado estadual Eduardo do Dertins (PPS) também pensa na reeleição.

Nome do grupo para a majoritária, César Halum era cogitado para ser um dos nomes para o Senado Federal na chapa do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), pré-candidato ao Palácio Araguaia. Entretanto, o grupo do republicano já tem uma vaga para a reeleição do senador Vicentinho Alves (PR), que preside o Partido da República; e a outra é ventilada para o ex-governador Siqueira Campos (DEM). O cenário faz com que o PRB abra o diálogo com outros possíveis postulantes, em especial o prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB); e Marcelo Miranda (PMDB), que busca a reeleição. PPS e PP acompanhariam.


Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital