Tonolucro

Tirica faz 1º e último discurso e diz que deixa vida pública por vergonha da política

Da Agência Ansa 06 de Dec de 2017 - 18h12, atualizado às 18h16
Compartilhe
Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados
Deputado Tiririca: "É triste e o que vi nesses sete anos, saio totalmente com vergonha"
O deputado Tiririca (PR-SP) realizou nesta quarta-feira, 6, um discurso na Câmara no qual afirmou estar "abandonando a vida pública" por estar com "vergonha" da política.
   
Tiririca não esclareceu se a afirmação significa que ele renunciará ou deixará de disputar as próximas eleições. No entanto, segundo a assessoria do político, ele não quer mais se candidatar.
   
Este é o primeiro discurso de Tiririca desde que foi eleito, pela primeira vez, em 2010. "Subo nesta tribuna pela primeira vez e pela última vez, não por morte, [mas] porque estou abandonando a vida pública", disse. Em seu segundo mandato, o deputado ressaltou que deixará a vida pública por estar "bem chateado" com a política. "É triste e o que vi nesses sete anos, saio totalmente com vergonha, não vou generalizar, não são todos, tem gente boa como em qualquer profissão", ressaltou.
   
Para Tiririca, ele é um dos deputados mais assíduos na Câmara.
   
"Estou saindo triste para caramba, estou muito chateado, muito chateado mesmo com a nossa política, com o nosso parlamento. Eu, como artista popular que sou e político que estou, estou bem chateado. Não com os meus 7 anos aqui na política. Não fiz muita coisa, mas, pelo menos, fiz o que sou pago para fazer, estar aqui e votar de acordo com o povo", declarou.

Nas eleições de 2010, Tiririca foi o deputado mais votado do país, com mais de 1,3 milhão de votos. Em 2014, ele ficou em segundo, com 1 milhão de votos.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, [email protected]
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital