CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Melasma x gestação, qual a relação?

0
Melasma x gestação, qual a relação?
5 (100%) 1 voto

A gestação é um momento único na vida da mulher, e a futura mamãe passa por grandes transformações no corpo. Dentre as mudanças que muito incomodam várias gestantes está o surgimento de manchas acastanhadas na face, conhecidas como melasma ou cloasma gravídico.

A causa do surgimento do melasma não é totalmente conhecida, mas sabe-se que há participação do estrogênio e da progesterona que sofrem alterações importantes, neste período, promovendo estímulo ao aumento da produção de pigmento, a chamada melanina.

Como já é conhecido, o escurecimento da pele ocorre quando há exposição direta à luz em ambientes abertos e fechados sem fotoproteção adequada somando- se ao componente hormonal. Outras regiões como os mamilos, a vulva e até mesmo a linha do meio da barriga podem ficar escuros como uma resposta fisiológica natural, variando de intensidade entre as gestantes.

Em relação ao componente hormonal, as mudanças permanecerão até o período pós parto, a forma mais eficaz de proteger- se é aderir ao uso de fotoprotetor adequado às gestantes, os fotoprotetores físicos, evitando exposição prolongada a qualquer tipo de luminosidade.

É preciso proteger- se contra as fontes de luz também com bonés e viseiras, roupas com proteção UV, além de evitar, o máximo possível, a exposição solar, principalmente entre as 10 e as 16 horas.

O melasma que surge durante a gestação pode regredir após o parto com a normalização dos níveis hormonais, no entanto, há casos de persistência das manchas e necessidade de tratamento pois a doença que não regride torna- se crônica. O acompanhamento médico permite prevenir o aparecimento de mais lesões e o agravamento das já existentes.

As gestantes requerem tratamento específico, não devem utilizar medicamentos sem orientação médica, mesmo que pareçam cosméticos simples e de uso frequente, inclusive aqueles considerados naturais. Sempre busque orientação durante o período da gravidez, desde hidratantes, fotoprotetores, tratamentos voltados à estética de todos os tipos e para quaisquer finalidades.


BÁRBARA PAIXÃO DE GOIS FAYAD
Graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Tocantins
Pós Graduata em Fitoterápicos Aplicados a Estética e Prática Esportiva pela Faculdade Unyleya

MIGUEL AVILA
É dermatologista, graduado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com residência em dermatologia na Santa Casa de Porto Alegre. É pós-graduado em Dermatocosmiatria na Faculdade de Medicina do ABC e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia
contato@clinicamiguelavila.com.br

Leia também
Receba notícias do CT em seu e-mail
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...