CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Acordo com PT emperra: Kátia não aceita indicação de vice; vaga fica para Marco Antônio Costa

3
Acordo com PT emperra: Kátia não aceita indicação de vice; vaga fica para Marco Antônio Costa
3.7 (73.33%) 3 votos

Reviravolta na candidatura da senadora Kátia Abreu (PDT). Ela não conseguiu chegar a um acordo sobre a indicação do candidato a vice-governador do PT, e o partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está, neste momento, fora da coligação.

O impasse, conforme o blog apurou, se deu em torno da indicação do advogado Célio Moura ou Márcia Barbosa. Kátia queria alguém que agregasse mais à sua candidatura, mas o PT insistiu nesses dois nomes. Os representantes do partido chegaram a deixar a mesa de negociações após horas de conversa, mas tiveram que retomar o diálogo, com a interferência da presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann (PR).

Então, os petistas propuseram que Kátia se licenciasse por seis meses para o suplente Donizeti Nogueira assumir o mandato até o final do ano. A parlamentar também recusou. Além disso, o grupo queria a garantia de que o deputado estadual Paulo Mourão seria um dos candidatos dela a senador nas eleições de outubro, o que a parlamentar também não aceitou.

Com isso, as conversas sobre o vice foram encerradas e Kátia colocou o empresário Marco Antônio Costa (PSD), que foi suplente dela no primeiro mandato no Senado.

Em 2014 Kátia também não aceitou a indicação de Freitas do PT para seu primeiro suplente. Com isso, o partido rediscutiu a questão e indicou, então, Donizeti Nogueira. 

Por enquanto, a campanha de Kátia conta com PDT, PSD, PEN e Avante.

Leia também
Receba notícias do CT em seu e-mail
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...