CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Em audiência, Célio Moura diz que nunca viu “juiz tão parcial”; Moro rebate: “Afirmações não têm base”

Em audiência, Célio Moura diz que nunca viu “juiz tão parcial”; Moro rebate: “Afirmações não têm base”
5 (100%) 10 votos

Coluna do CT

O deputado federal tocantinense Célio Moura (PT) também se manifestou na audiência das comissões da Câmara dessa terça-feira, 2, para ouvir o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. O petista disse que é advogado criminalista há 40 anos e que nunca viu “um juiz tão parcial como o juiz Sérgio Moro”. O ministro foi à Câmara para esclarecer as mensagens vazadas pelo site The Intercept Brasil.  

Para o deputado do Tocantins, o ex-juiz quis “se passar por promotor de Justiça”, se envolveu com a parte e induziu as pessoas a fazerem delações. “O senhor cometeu vários crimes contra a Constituição, o Código de Ética da Magistratura e o Código de Processo Penal”, acusou Moura.

Ele disse ainda que o ex-juiz e hoje ministro “atingiu a magistratura brasileira”. “O senhor sabe que o senhor é hoje a vergonha dos juízes deste País. Temos grandes juízes no Brasil e estão envergonhados pelo comportamento do senhor”, falou o deputado.

O petista ainda acusou Moro de ter sido beneficiado pelos processos da Lava Jato. “Virou ministro da Justiça e quer ser ministro do Supremo Tribunal Federal. O senhor queria condenar Lula, queria acabar com o Partido dos Trabalhadores, o seu comportamento foi nesse sentido. Lula está preso injustamente. O senhor condenou Lula porque Lula iria ganhar as eleições. O Brasil todo sabe disso. Por isso, o senhor foi convidado para ser ministro. Recebeu seu prêmio por fazer um julgamento público que envergonha o Poder Judiciário brasileiro”, disparou Moura.

O deputado tocantinense ainda se incomodou com o fato de Moro não olhar em seus olhos. “Agora, ministro, o senhor não olha nos olhos de quem conversa com o senhor. O senhor tem alguma dor na consciência. A minha mãe, que morreu há pouco mais de quatro anos, dizia: ‘cuidado, meu filho, com uma pessoa que não olha nos seus olhos, quando você está falando com ele’”, afirmou.

Só ofensas
Sem citar Célio Moura nominalmente, o ministro se referiu às manifestações do petista como “só ofensas”. “Não me parece que tenho que responder várias ofensas. O senhor só usou o tempo para me ofender. Eu discordo. Suas afirmações não têm base”, disse Moro.

Ele explicou não ter olhado para o deputado por educação. “Olhei para baixo porque gosto de tratar as pessoas com urbanidade”, disse o ministro.

Assista o vídeo da manifestação de Célio Moura:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também