CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

EM OFF / Hidrovia Araguaia-Tocantins mobiliza Wanderlei e Irajá; Folha garante; arquivamento do pedido de impeachment de Cinthia e concessão de mais emendas não tem qualquer relação; cresce burburinho de fragmentação da base palaciana, com filiações dessincronizadas

A MESMA PAUTA PARA O MINISTRO

O ministro de Portos e Aeroportos, Sílvio Costa Filho (Republicanos), recebeu nessa quarta-feira, 25, a mesma demanda do Tocantins, feita por situação e oposição. Claro, em momentos diferentes, o senador Irajá (PSD) e o governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) e comitiva cobraram as obras que faltam para viabilizar a Hidrovia Araguaia-Tocantins. Ótima e necessária pressão.

O PAI DA CRIANÇA

É lógico que já se antevê que haverá uma briga por paternidade. Mas o que importa é que a obra seja executada, porque essa hidrovia é fundamental para o escoamento da produção, geração de emprego e renda.

WANDERLEI LEVA VANTAGEM

Politicamente, o governador pode levar uma vantagem nessa disputa porque o ministro Sílvio Costa é deputado federal por Pernambuco pelo partido de Wanderlei, o Republicanos.

MERA COINCIDÊNCIA

O presidente da Câmara de Palmas, José do Lago Folha Filho (PSDB), garantiu à coluna que não há qualquer relação entre a concessão da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) de 2% do orçamento para os vereadores destinarem, em emendas, para obras da cidade com o arquivamento do pedido de impeachment contra a tucana, tudo no mesmo dia, essa quarta-feira, 25. Segundo Folha, Cinthia sequer sabia que ele colocaria o tema em pauta.

R$ 1,8 MILHÃO PARA EMENDAS

Para o presidente do Legislativo, a concessão de Cinthia melhora a relação do Paço com os vereadores e dá condições aos parlamentares de participarem da execução do orçamento. Com a mudança de 1,2% para 2%, Folha disse que os vereadores passarão de R$ 1,4 milhão para R$ 1,8 milhão em emendas individuais, das quais 50% obrigatoriamente para a saúde.

WAGNER RECEBIDO EM GRANDE FESTA

Uma grande festa será realizada em Araguaína em novembro para a filiação do prefeito Wagner Rodrigues, que vai deixar o Solidariedade, do ex-senador Vicentinho Alves, para se filiar ao União Brasil, da senadora Dorinha Seabra Rezende.

BASE VAI SE FRAGMENTANDO

Muita reclamação chegando de líderes da base do Palácio sobre falta de sincronia entre os comandantes maiores, com filiações de quadros sem a devida conversa unificadora. “Cada um parece que faz o que quer, sem ouvir o governador, e, com isso, a base vai se fragmentando”, alerta um importante governista.

DORINHA GOVERNADORA?

Crescem as especulações — que chegam à coluna há semanas — de que a senadora Dorinha Seabra Rezende (UB) está sendo estimulada a pensar seriamente na possibilidade de disputar o governo em 2026, já que terá mais quatro, até 2030. Se ocorrer, haverá uma mudança drástica de rumos do grupo palaciano de 2022, uma vez que o vice-governador Laurez Moreira (PDT) está à frente da fila para a sucessão de Wanderlei.

FRUTO DA FRAGMENTAÇÃO

Claro que esses comentários também são fruto da fragmentação da base, apontada à coluna por líderes governistas.

VICENÇA MOSTRA FORÇA

Na comemoração dos 30 anos de Santa Fé do Araguaia no final de semana, a prefeita Vicença Lino, recentemente filiada ao União Brasil, mostrou força. Com a articulação do líder do governo na Assembleia, Eduardo do Dertins (Cidadania), a prefeita já conta com apoio garantido para a sua reeleição também dos deputados estaduais Marcus Marcelo (PL) e Moisemar Marinho (PSB), além do federal Alexandre Guimarães (Republicanos). Em Santa Fé, Vicença deu vitória ao candidato a governador Ronaldo Dimas (PL) no ano passado. A cidade foi uma das sete onde Wanderlei perdeu a disputa pelo Palácio em 2022.

FONTOURA E FERNANDES JUNTOS

Em Figueirópolis, os ex-prefeitos Fernandes Martins Rodrigues e José Fontoura Primo – que já foram aliados e adversários – estão juntos para enfrentar nas eleições de 2024 a atual gestora do município, Jakeline Pereira. Em 2020, ela contou com o apoio do então prefeito Fernandes, mas os dois romperam. Agora Fontoura vai disputar contra Jakeline, com Fernandes indicando o vice, que pode ser o irmão dele Pebinha, vereador por três mandatos na cidade; a esposa, Ruth, ex-secretária de Assistência Social; ou  ainda o filho Fernando, ex-secretário-chefe de gabinete.

INELEGIBILIDADE SUPERADA

Outro ex-prefeito que se prepara para tentar voltar ao cargo é Júnior Leite, de Xambioá, que deve se filiar ao União Brasil. Em 2020, ele chegou a ensaiar a candidatura, mas desistiu por estar inelegível, problema que ele tem garantido que está superado. Na época, Júnior colocou o sobrinho Igor Leite (MDB) para concorrer com a prefeita Patrícia Evelin, que venceu e agora vai concluir se segundo mandato.

ATÉ HENO PRESTIGIOU IRAJÁ

O vereador Gabriel Bezerra (MDB) — na foto, agachado — ficou muito satisfeito o lançamento de seu projeto “Vereador Por Um Dia”, na segunda-feira, 23, com a presença do senador Irajá (PSD). Apesar de o evento ter sido realizado por parlamentar da oposição, até o prefeito Heno Rodrigues (UB) se fez presente, com o vice-prefeito Israel Kawê, secretários e vereadores da base. Heno, ligado ao governador Wanderlei, agradeceu os recursos destinados por Irajá para Formoso – desde 2021 somam R$ 1,5 milhão. O senador ainda se comprometeu a enviar mais R$ 150 mil à Apae da cidade.

RECONDUÇÃO

O biólogo Heguel Albuquerque foi reeleito para continuar no comando do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas (Sisemp). A posse da nova diretoria ocorrerá nesta sexta-feira, 27, às 17h30, no auditório da entidade.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também