CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

EM OFF / Pré-candidato e cunhado de Wanderlei, Goianyr comandará em Almas cargos do Estado que eram de Nilton Franco; Joel Rufino é o nome do prefeito Moacir em Rio dos Bois; choques em gabinete levam Cinthia a exonerar servidoras

DE NILTON PARA GOIANYR

Pré-candidato a prefeito e cunhado do governador Wanderlei Barbosa (Republicanos), o jornalista Goianyr Barbosa (Republicanos) passará a comandar os cargos do Estado em Almas. O responsável pelas indicações lá era o deputado estadual Nilton Franco (Republicanos) em conjunto com o prefeito Wagner Nepomuceno de Carvalho, o Vaguinho (MDB). Com o Palácio na campanha de Goianyr e nada feliz com Nilton, diga-se, o jornalista é quem passa a dar a cartas na cidade, pelo menos no que diz respeito aos cargos estaduais.

COM A LISTA NO PALÁCIO

Inclusive, Goiany já levou sua lista de indicações ao Palácio nessa segunda-feira, 22. Segundo se diz, o número de cargos pode chegar a 160, mas nem todos vão ser substituídos. Isso porque muitos aderiram à pré-campanha do jornalista a prefeito e devem ser mantidos.

PREOCUPAÇÃO COM A AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA

A reitoria da Unirg começou se movimentar nos veículos de comunicação para falar sobre a Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município que tramita na Câmara e prevê, entre outros, mudança no critério de escolha da reitoria e vice-reitoria. Segundo os representantes têm defendido, a questão é muito maior que a definição da lista tríplice de reitor. O temor da comunidade acadêmica é com o fim da autonomia universitária. Este deve ser o tema mais discutido na volta dos trabalhos da Câmara.

JOEL RUFINO É O NOME DO PREFEITO MOACIR

Joel (2º à esq) e o prefeito Moacir (1º à dir.) no lançamento da pré-candidatura no final de semana (Foto: Divulgação)

Há sete anos secretário de Administração do prefeito Moacir Oliveira (UB), em Rio dos Bois, Joel Alves Rufino (Republicanos) lançou sua pré-candidatura à sucessão no final de semana. Ele é o nome de Moacir para as eleições e conta com apoio de seis vereadores. Joel disse que o atual prefeito, que é vice-presidente da ATM, tem a aprovação de 93% da população. Moacir vai indicar o vice de Joel.

73,8% DOS VOTOS EM 2020

Para se ter ideia da força de Moacir em Rio dos Bois, ele foi reeleito em 2020 com incríveis 73,82% dos votos válidos contra míseros 13,28% para o professor Benedito (MDB) e 12,9% para Gercione Oliveira (SD).

CÚPULA ESTADUAL NO PALANQUE

O pré-candidato ainda deve ter em seu palanque o governador Wanderlei, a senadora Dorinha Seabra Rezende (UB), o senador Eduardo Gomes (PL), o deputado federal Carlos Gaguim (PL) e a deputada estadual Janad Valcari (PL).

CHOQUES E EXONERAÇÕES

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), exonerou na quinta-feira, 18, a superintendente de Relações Públicas, Maria Letícia Ferreira Gomes; e rescindiu o contrato de trabalho da jornalista Yasmin Rodrigues Sobral e da analista técnico-administrativa Lilyane da Silva Coelho Menezes. Nos bastidores, dizem que foi resultado de choques com a chefe de gabinete substituta, Magvan Botelho, indicada e da confiança da secretária de Planejamento e Desenvolvimento Humano (Seplad), Mila Jaber, nome forte da gestão Cinthia.

OPOSIÇÃO SE UNINDO

Ainda sobre Tocantínia, o primeiro e o segundo colocados das eleições municipais de 2020, respectivamente, Marcelo Lucena (UB) e José Xerente (que está sem partido, mas dizem que a caminho do MDB) devem somar forças para tentar vencer o candidato da gestão, o prefeito em exercício João Alberto Coelho Machado, que, como a coluna antecipou nessa segunda, deve assumir comando do município em definitivo com a renúncia já anunciada para breve do prefeito Manoel Silvino.

CONVITE DO PT AO SOMOS

Edy César (à esq.) com Thamires Lima e Alexandre Peara, do Somos (Foto: Divulgação)

O Coletivo Somos foi convidado para se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT) para a disputa das eleições municipais deste ano. O convite foi feito nessa segunda-feira pelo superintendente do Patrimônio da União no Estado e membro do PT Tocantins, Edy César. O grupo hoje ainda está filiado ao PSB, mas afirma ter rompido com o partido devido à “aliança controversa” de 2022 feita pelo presidente da sigla no Estado, Carlos Amastha, então candidato ao Senado, com o candidato a governador Ronaldo Dimas (PL), apoiador de Jair Bolsonaro à Presidência. Na época, o Somos apoiou o PT — Lula para presidente e Paulo Mourão para governador.

BONS RESULTADOS

Nas eleições de 2020, o coletivo alcançou surpreendentes 887 votos em Palmas para a Câmara, mais do que, por exemplo, a vereadora Iolanda Castro, que conquistou 762 votos, e Nego do Palácio, com 707. Somente na Capital, em 2022, o Somos fez 1.665 votos para a Câmara Federal e 1.153 votos para a Assembleia.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também