CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

EM OFF / Racha se confirma entre vereadores e oposição troca Uvet pela UVT; família vai pedir ao Ministério da Justiça federalização do caso Moisés da Sercon

UVET RACHADA

Presidentes de câmaras do Estado na reunião da manhã que decidiu pela volta da UVT (Foto: Divulgação)

Está configurado o racha da União dos Vereadores do Tocantins (Uvet), como a coluna antecipou na sexta-feira, 14. Toda a chapa de oposição do presidente da Câmara de Araguatins, Miguel do Cajueiro (UB), retirou sua candidatura para a eleição do dia 5 de maio. Caujeiro disse à coluna que mais de 50 presidentes de Câmaras se reuniram na manhã desta segunda-feira, 17, num hotel de Palmas, e recriaram a UVT, que tem o mesmo significado: União dos Vereadores do Tocantins.

MOVIMENTO CONTRÁRIO

Como a coluna contou na sexta, a UVT foi abandonada numa disputa interna por volta de 2010, num racha que também envolvia a candidatura de um vereador araguainense, Gideon Soares (SD). Assim, houve uma debandada na época e a criação da atual Uvet. Agora, com o novo racha, fez-se o movimento contrário.

NÃO CONCORDAM COM CONDUÇÃO

Os descontentes não concordam com a forma como o presidente da Uvet, Terciliano Gomes (PSD), vinha conduzindo a eleição. A reclamação passa pela demora na publicação do edital, na filiação de câmaras adversárias e até na prorrogação do mandato dele, vencido no final de março. “As canetadas e falta de transparência e de lisura”, afirmou Caujeiro à coluna, sobre os motivos dessa nova debandada.

VEREADORES COM ENOQUE

Antes da divulgação dessa decisão dos oposicionistas, quase todos os vereadores de Araguaína declararam apoio à candidatura de seu colega Enoque Neto (Republicanos) para a presidência da Uvet. Eles chegaram a gravar um vídeo com o colega, que tenta substituir outro vereador araguainense que comanda a entidade, Terciliano Gomes.

DOIS COM CAJUEIRO

Contudo, dois parlamentares da Casa tinham decidido ficar com a candidatura do presidente da Câmara de Araguatins, Miguel do Cajueiro: Thiago Costa (PSDB) e Edimar Leandro (MDB). Os dois são ligados ao deputado federal Alexandre Guimarães (Republicanos), que também apoia Cajueiro.

SÓ EM 27 DE MARÇO

O presidente da Uvet, Terciliano Gomes, disse que não são verdades as informações repassadas à coluna pelo presidente da Câmara de São Bento do Tocantins, Adelsim do Povo (SD), de que pediu a filiação à entidade em 19 de março, mas só semana passada recebeu resposta. Adelsim ainda disse que uma mudança recente no estatuto passou a exigir três meses de filiação para ter direito a voto. Segundo Terciliano, o presidente da Câmara solicitou a filiação em 27 de março por e-mail, logo em seguida foi enviado o termo filiação, que Adelsin nunca teria devolvido assinado.

MENTIRA

O vereador araguainense disse que “é mentira”, “é falta de conhecimento”, que o estatuto da Uvet foi alterado para exigir três meses de filiação para a Câmara ter direito a voto. “O pessoal do Cajueiro quer tumultuar o processo porque sabe que vai perder a eleição para o Enoque Neto. Uma vez que vão perder a eleição, querem até criar uma outra agremiação, porque não compreendem que a maioria esmagadora dos vereadores do Tocantins quer votar no Enoque Neto. Não querem aceitar a derrota para o Enoque Neto”, disse Terciliano.

INDICAÇÃO REJEITADA

O advogado tocantinense Edy César dos Passos Júnior foi o escolhido para comandar a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) no Estado depois de a indicação do deputado federal Alexandre Guimarães, ter sido rejeitada pela Casa Civil do Palácio do Planalto. Guimarães indicou o empresário Max Fleury, o Max do Baroli, indicação que já havia sido recusada pelo governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) para presidir a Agência de Regulação e Fiscalização do Tocantins (ATR). O que pesa é o episódio da passagem de Max pelo PreviPalmas.

GRAÇAS AO GT

A nomeação de Edy se deve ao fato de ele ter participado da equipe de transição do presidente Lula, quando apresentou um relatório sobre o patrimônio da União no Tocantins. Todos do grupo de trabalho do qual ele participava foram para o governo.

CASO MOISÉS DA SERCON

O servidor Fidel Costa vai ser recebido em audiência, em Brasília, nesta terça-feira, 18, às 15h30, pelo secretário de Acesso à Justiça, do Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira, para falar sobre a falta de resultados na Polícia do Tocantins sobre o assassinato de seu irmão e prefeito de Miracema, Moisés Costa, o Moisés da Sercon, em agosto de 2018. Segundo Fidel, ele e seu advogado serão recebidos pela mesma equipe responsável pelo caso do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco, ocorrido também em 2018. Além de Pereira, participarão da audiência o diretor de Promoção de Acesso à Justiça, Jonata Galvão; o policial penal federal Danilo Santiago Barbosa Silva, Danilo Santiago Barbosa Silva e Idelfonso Costa Silva.

VAI PEDIR FEDERALIZAÇÃO

Fidel disse que vai pedir também a federalização do caso do assassinato de Moisés, a exemplo do que ocorreu com as investigações sobre a morte de Marielle Franco.

TROCA DE TAPAS EM COLINAS

O clima na política em Colinas segue muito tenso, como a coluna já havia registrad, com muitos bate-bocas e até ameaças. No final de semana, a coisa foi para a chamada vias de fato. O vereador Romerito Guimarães, expulso recentemente do PT, acabou trocando tapas após levar um bofetão de homem numa loja de conveniência. Os vídeos que circulam pelas redes sociais mostram claramente que o vereador foi provocado pelo cidadão.

Assista os dois vídeos:

Parte 1

Parte 2

MARCELO PASSA POR CIRURGIA

O ex-governador Marcelo Miranda (MDB) fez cirurgia de próstata no sábado, 15. Já nesse domingo, 16, ele recebeu alta e disse à coluna que a intervenção foi um sucesso. Nas redes sociais, a ex-deputada federal Dulce Miranda (MDB) contou que, desde junho do ano passado, Marcelo não vinha se sentido bem e iniciou um check-up minucioso. Em agosto, o ex-governador reclamava de muitas dores e cansaço. Desde outubro, ele passou a ser assistido por uma equipe médica.

DAMASO PODE DISPUTAR PARAÍSO

O ex-deputado federal Osires Damaso (PSC) disse à coluna que ainda não tem nenhuma decisão sobre sua participação nas eleições municipais do ano que vem. Mas revelou que vem sendo motivado por alguns líderes a disputar a Prefeitura de Paraíso.

VAI TER NOME DO GRUPO

O empresário Israel Siqueira, pai do prefeito de Ipueiras, Caio Augusto (UB), reuniu seu grupo político semana passada, em Palmas, para comunicar que terá candidato a sucessão de seu filho, que, por já ter sido reeleito, não poderá tentar novo mandato.

OTONIEL E NETO INTERESSADOS

Dois políticos de Porto Nacional estariam de olho na Prefeitura de Ipueiras, o ex-vereador Neto Aires, filho do ex-senador Vicentinho Alves e irmão do deputado federal Vicentinho Junior; e o ex-prefeito Otoniel Andrade, cuja irmã, Terezinha Poincaré Andrade Costa, já governou a cidade.

DIZ QUE ESTÁ ELEGÍVEL

Em Xambioá, o ex-prefeito Júnior Leite (MDB) trabalha para tentar voltar ao comando da cidade no ano que vem. Júnior abriu mão de sua candidatura em 2020, após a 2ª Câmara do Tribunal de Justiça do Tocantins manter uma condenação dele por improbidade administrativa, o que gera inelegibilidade. Na época, o ex-prefeito colocou um sobrinho, o advogado Igor Leite (MDB), que terminou em segundo lugar. Júnior Leite tem garantido que está elegível e poderá concorrer em 2024.

O VICE

Reeleita em 2020, a prefeita Patrícia Avelin (UB) não poderá concorrer no ano que vem a novo mandato. Em Xambioá, o que se diz é que seu candidato na disputa poderá ser o do atual vice-prefeito, Raimundo Fidelis (Podemos).

CAPITAL ECONÔMICA DO MATOPIBA

Ao cumprimentar a Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara) pelo empenho e mais um sucesso da 7ª Exposição do Polo Comercial e Industrial (Epoca), realizada semana passada, o prefeito Wagner Rodrigues (SD) disse que, enquanto a entidade empresarial e a população fazem de Araguaína a capital econômica do estado, sua gestão trabalha para que a cidade seja “também a capital econômica de todo o Matopiba [a região formada por Maranhão, Tocantins, Piauí e Pará]”.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também