CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Ex-Blue, agora Palmas Estacionamento, retoma estacionamento rotativo de Palmas no dia 13

0
Ex-Blue, agora Palmas Estacionamento, retoma estacionamento rotativo de Palmas no dia 13
avaliar matéria

Após 18 meses de suspensão, o estacionamento rotativo no centro da Capital será retomado. A empresa responsável passou por uma cisão, tirou o nome Blue e agora se chama Palmas Estacionamento. A previsão é de que a cobrança seja retomada a partir do dia 13. A suspensão ocorreu no dia 14 de junho de 2017, após decisão cautelar do conselheiro Severiano Costandrade de Aguiar, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-TO).

A empresa afirmou ao CT que não havia nenhum impedimento para que retomasse os trabalhos, mas que precisava se reestruturar para atender as recomendações da Prefeitura de Palmas e do TCE. Segundo a Palmas Estacionamento, agora ela reinicia o serviço “de acordo com as determinações originais previstas no contrato”. “O contrato da empresa não está suspenso, extinto ou cancelado. Após as adaptações e correções na operação, a Palmas Estacionamento voltou a atuar para garantir que o palmense que precise usar as vagas no centro da cidade tenha onde estacionar”, afirma a nota.

Desta segunda-feira, 3, ao dia 13, os usuários poderão se familiarizar com o sistema durante o período educativo da operação. Nesses dias os motoristas irão tirar dúvidas, testar o sistema e se habituar “à nova forma, prática e simples de estacionar” — nas palavras da empresa.

LEIA MAIS

BOM DIA – A ex-Blue diz que está liberada para retomar o serviço; é isso prefeitura e TCE?

Mais simplificada

De acordo com a prestadora de serviços, a retomada do atendimento “volta mais simplificada ainda”. À operação agora usará um sistema responsável pelo gerenciamento de estacionamentos rotativos em 36 cidades brasileiras, que, segundo a empresa, “foi testado, validado e já é utilizado com sucesso em vários municípios, estacionando uma média de 500 mil carros por dia”.

A Palmas Estacionamento disse que retoma a operação com a configuração inicial do edital firmado entre empresa e Prefeitura de Palmas. Serão 25 totens, 70 monitores, novo aplicativo e mais 25 pontos de venda espalhados em locais estratégicos em bolsões nas Zonas Azul e Verde.

Nas áreas delimitadas, o estacionamento rotativo funciona de segunda à sexta de 8 às 18 horas e aos sábados das 8 às 12 horas. Os parquímetros e talões deixam de ser utilizados e o sistema passa a ser todo digital. Para a compra de créditos, serão aceitos pagamentos em dinheiro, cartões de crédito e débito.

Será possível carregar crédito na placa do veículo antecipadamente à chegada ao estacionamento. Se o monitor escanear a placa e constatar o crédito, será debitada a fração mínima, a cada 30 minutos.

Valores

Automóveis, camionetes, pick-up, caminhões e triciclos pagam R$ 1 para permanência de 30 minutos na vaga; R$ 2 para permanência na vaga de 30 até 60 minutos; R$ 4  para permanência na vaga de 60 até 120 minutos; R$ 5 para permanência na vaga de 120 até 240 minutos. Este último valor é apenas para a Zona Verde.

Os valores para motocicleta serão de R$ 0,75 para até 30 minutos de permanência na vaga; R$ 1,50 para até 60 minutos de permanência na vaga; R$ 2,25 para até 120 minutos de permanência na vaga; R$ 3,75 para até 240 minutos de permanência na vaga.

Para facilitar

O gerente operacional da empresa em Palmas, Fernando Miranda, disse que as mudanças vieram para facilitar o processo de estacionamento para os usuários. “Fizemos melhorias na administração operacional. Nossos funcionários foram contratados e treinados e estão prontos para tirar as dúvidas de quem utilizará o novo sistema. Ao todo teremos 110 pontos de pagamento, com uma média de 1 para cada 50 vagas. O sistema já é utilizado em várias cidades do Brasil com êxito total e sabemos que não será diferente aqui”, explica.

Nesta nova etapa, os agentes voltaram a fiscalizar e a aplicar a Tarifa de Pós Utilização (TPU) para os veículos que estiverem inadimplentes, assim considerando quem não efetuar o pagamento de forma antecipada.

A Palmas Estacionamento observou que é obrigação do motorista fazer o pagamento para utilização vaga e é imprescindível que os usuários, após o pagamento, exijam seu comprovante. “É ele que vai garantir ao motorista que a regularização da vaga foi feita”, esclareceu o gerente.

O novo sistema não terá tolerância e o usuário tem dez minutos para se regularizar. Durante este período é importante que o motorista escolha uma das opções para fazer o pagamento. Caso não seja feito, o sistema reconhecerá o usuário como inadimplente.

Tarifa diferenciada

A TPU é uma tarifa aplicada sempre que constatada o não pagamento pela vaga de forma antecipada, sendo uma tarifa diferenciada para o usuário que preferir pagar posteriormente. Porém, quando o usuário possuir mais de quatro TPU’s inadimplentes, este poderá ser, pela autoridade de trânsito, autuado em caso de novo estacionamento não pago.

A Palmas Estacionamento é responsável pela operação em cerca de 5 mil vagas nas Zonas Azuis e Verdes de Palmas. (Com informações da Assessoria de imprensa)

Leia também
Receba notícias do CT em seu e-mail
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...