CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Com prazo para terminar na 6ª; 2 mil cartinhas do Papai Noel ainda não foram adotadas

0
Com prazo para terminar na 6ª; 2 mil cartinhas do Papai Noel ainda não foram adotadas
avaliar matéria

O prazo final para a adoção de cartinhas da campanha Papai Noel dos Correios termina na sexta-feira, 7, todavia mais de 2 mil cartas ainda não foram adotadas. Material escolar, boneca, carrinho e bicicleta são os presentes mais pedidos, mas nem todas as crianças sonham com brinquedos.

Neste ano, o Papai Noel dos Correios recebeu vários pedidos especiais e emocionantes: uma casa para morar, um óculos de grau, fazer aulas de balé, uma bolsa de estudos e alimentos para doar a um amigo que passa fome.

Participar é simples: basta comparecer aos pontos de adoção e escolher uma ou mais cartas. Depois, os presentes relativos às cartas adotadas são entregues pelos padrinhos e madrinhas aos Correios, que realizam a entrega para as crianças. Em Palmas, as cartinhas podem ser adotadas na Casa do Papai Noel, localizada no edifício-sede dos Correios. No interior do Estado, as cartas estão disponíveis nas agências centrais de Correios nas cidades de Araguaína, Gurupi, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional.

Campanha
Ao longo dos 29 anos da campanha, milhões de crianças tiveram seu pedido atendido. Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,6 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. Além de estimular as crianças a escreverem cartas, a campanha dissemina valores natalinos, como a solidariedade. Em uma corrente do bem, empresa, empregados e voluntários da sociedade se juntam para, dentro do possível, atender aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Além das cartas das crianças da sociedade que escrevem diretamente ao Papai Noel, participam da campanha estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP.

Mais informações no blog da campanha.

Leia também
Receba notícias do CT em seu e-mail
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...