CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Negreiros deixa prisão na madrugada desse domingo, após prestar mais de 2h de depoimento

Parlamentar deixou a prisão após a Polícia Civil entender que ele colaborou com a prestação de informações

0
Negreiros deixa prisão na madrugada desse domingo, após prestar mais de 2h de depoimento
5 (100%) 2 votos

Após prestar depoimento por 2 horas e 30 minutos, na Delegacia Especializada na Repressão a Crimes de Maior Potencial contra a Administração Pública (Dracma), o vereador Major Negreiros (PSB), um dos investigados na segunda fase da Operação Jogo Limpo, foi liberado nesse domingo, 12, por volta de 00h15.

Conforme da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), o vereador, que estava preso temporariamente, foi liberado após a Polícia Civil (PC) entender que ele colaborou com a prestação de informações não havendo a necessidade de novas inquirições ou acariações como meios de prova.

A SSP diz ainda que a prisão provisória do vereador não se tratava de eventual cumprimento de pena, mas imprescindível para as investigações do inquérito policial.

“As pretensões investigativas foram satisfeitas”, disse o delegado Guilherme Rocha.

Operação Jogo Limpo
A Operação Jogo Limpo investiga um suposto esquema em que entidades sem fins lucrativos recebiam recursos por meio de convênios com a prefeitura para desempenhar políticas na área de esporte e lazer. Entretanto, estas organizações não-governamentais celebravam contratos com empresas fantasmas ou com um estabelecimento que emitia notas frias ou superfaturadas.

A Polícia Civil calcula que os desvios podem chegar a R$ 7 milhões. O dinheiro teria abastecido campanhas eleitorais de 2014.

Major Negreiros teria sido beneficiado com a transferência dos recursos ilícitos para pessoas próximas a ele.

Entenda o caso
O vereador foi preso por volta das 5 horas, de quarta-feira, 8, quando tentava embarcar no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, pela Polícia Federal (PF). Ele estava voltando para Palmas, após as férias no Chile.

A prisão do parlamentar, que duro quatro dias, se deu razão do nome dele ter sido inserido no sistema nacional dos procurados.

O militar da reserva foi recambiado para a Capital no mesmo dia e se encontrava detido no quartel da Polícia Militar (PM)

Leia mais

Delegado da Jogo Limpo defende ação da PF que prendeu Negreiros no Galeão, no Rio
— Major Negreiros é preso pela PF nesta madrugada ao tentava embarcar no Galeão, no RJ Preso no Rio, Negreiros é recambiado para Palmas e está preso no quartel da PM

Leia a integra da nota
“A Secretaria de Estado da Segurança Pública – SSP, através da Delegacia Especializada na Repressão a Crimes de Maior Potencial contra a Administração Pública – DRACMA, informa que, a 00h15 deste domingo, 12, o investigado Raimundo  Rêgo de Negreiros a(Major Negreiros), preso temporariamente na segunda fase da Operação Jogo Limpo, foi liberado,  após requerimento judicial das autoridades policiais civis responsáveis pelas investigações.

A SSP reitera que a expedição do respectivo alvará de soltura deu-se em razão da efetiva colaboração do investigado com a prestação de informações, em depoimento que durou 2h30, não sendo vislumbrada a necessidade de novas inquirições ou acariações como meios de prova, tendo em vista que não se trata de eventual cumprimento de pena, mas prisão provisória imprescindível para as investigações do inquérito policial”


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também