CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Empresa diz a Carlesse que pretende investir R$ 200 milhões no TO em 18 meses

Empresa diz a Carlesse que pretende investir R$ 200 milhões no TO em 18 meses
5 (100%) 11 votos

O governador Mauro Carlesse (DEM) esteve reunido na manhã desta quarta-feira, 26, com o executivo da gestora de capitais Lyon Capital Partners, Rubens Cardoso, e o diretor da China Communications Construction Company (CCCC), na América do Sul, Chang Yunbo. A reunião serviu para o chefe do Executivo apresentar o potencial produtivo e logístico do Tocantins e as oportunidades de novos investimentos e negócios que as empresas podem viabilizar no Estado.

“Nosso trabalho diário é o de buscar mais investimentos para o Estado. Precisamos completar nossa infraestrutura para atender a produção agrícola, para viabilizar a vinda de indústrias e para fomentar o turismo. Então todos os dias nós mostramos para os investidores o potencial do nosso Estado e as oportunidades de negócios que vão gerar empregos para nossa gente e ajudar a desenvolver o Tocantins”, afirmou o governador.

Durante a reunião, o governador apresentou projetos relacionados à infraestrutura, logística, mineração, turismo e agricultura. Carlesse destacou também as obras já concluídas como a Ferrovia Norte-Sul, as hidrelétricas, a malha rodoviária estadual, o porto Praia Norte, dentre outras, que tornam o Tocantins atrativo para receber novos investimentos.

O secretário da Indústria, Comércio e Serviços do Tocantins (Sics), Ridoval Darci Chiareloto, explanou sobre os investimentos que o governo pretende promover para industrializar e desenvolver o Estado, bem como destacou as obras do Porto de Praia Norte que estão em andamento e como será importante para o Tocantins, por tornar mais competitivos os produtos vindos da Zona Franca de Manaus com destino a mercados consumidores como o Sul e Sudeste do País.  

“O Tocantins é um estado novo e tem tudo ainda para se fazer e seria muito bom contarmos com estas parcerias para acelerar o crescimento e o desenvolvimento da região”, destacou o secretário.

Ampliar investimentos
Após assistir uma breve explanação sobre o potencial do Tocantins, com ênfase nas áreas de logística e infraestrutura, os executivos discutiram sobre os possíveis projetos do Governo que poderiam ser executados pelos grupos como a Transbananal, a ponte de Porto Nacional e a estrada Palmas-Jalapão. “Viemos, juntos com a CCCC, para conhecer um pouco mais o Estado, as autoridades locais, entender um pouco o planejamento para tomar nossas decisões” afirmou o diretor-executivo da Lyon, Rubens Cardoso.

“Avaliamos que o Estado tem muito potencial e ficamos totalmente interessados em colaborar com estudos técnicos de viabilidade e, se possível, na execução de obras”, continuou Rubens Cardoso. Os executivos também relataram ao governador que as empresas já estão presentes no Estado com empreendimentos na área de energia solar, com projetos implantados em Miracema e Colinas. “E já temos a intenção de ampliar esses projetos e investir mais de R$ 200 milhões nos próximos 18 meses”, destacou Cardoso.

As empresas
A Lyon Capital é uma companhia brasileira de investimentos com capital 100% nacional, que atua, prioritariamente, nas áreas de infraestrutura e logística e no setores imobiliário e elétrico. A gestora possui uma carteira de projetos que envolvem investimentos totais de R$ 2,6 bilhões. O grupo está presente nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí e no Tocantins, com projetos no setor elétrico. 

No Estado, a Lyon foi responsável pela instalação da primeira usina solar, a Sol Maior, em Miracema, com um R$ 1 bilhão de investimentos previstos, e também pela construção da subestação do Linhão Belo Monte a Colinas.

A CCCC entrou no Brasil em 2016, sendo a quinta maior construtora do mundo, presente em 150 países.  Um dos principais focos de investimento da companhia é a infraestrutura logística que inclui portos, rodovias ou ferrovias. A companhia é parceira da Lyon Capital na construção do Porto de São Luiz (MA), orçado em R$ 2,2 bilhão. (Com informações da Secom)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também