CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

MP autoriza Estado a reparcelar dívida com Igeprev em até 200 prestações; valor passa de R$ 1 bi

MP autoriza Estado a reparcelar dívida com Igeprev em até 200 prestações; valor passa de R$ 1 bi
5 (100%) 10 votos

Por meio da Medida Provisória 19 de 2019 publicada no Diário Oficial de segunda-feira, 11, o governo estadual autorizou novo parcelamento dos débitos perante o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev) em até 200 prestações mensais consecutivas. O texto ainda trata da permissão para que o Fundo de Participação (FPE) seja vinculado como garantia. O Sindicato dos Servidores do Estado (Sisepe) calcula que a dívida pelo não repasse da parte patronal passe de R$ 1,089 bilhão até agosto, sem considerar setembro, outubro e multas.

Crivo da Secretaria da Previdência

Conforme o próprio texto, o parcelamento será realizado mediante expressa anuência do Ministério da Economia, por meio da Secretaria de Previdência. Em material enviado à imprensa, a Secretaria de Comunicação Social (Secom) informa que a proposta já está sendo discutida e avaliada pelas pastas do governo federal e será parte do acordo a ser efetuado na Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal (CCAF), da Advocacia Geral da União (AGU).

Alternativa viável

Segundo a equipe econômica do governo estadual, o ato se apresenta como alternativa viável para a quitação dos débitos previdenciários do Estado, acumulados desde a gestão anterior, sem que haja comprometimento, da capacidade de pagamento, quanto dos serviços essenciais à sociedade, caso seja aplicado o parcelamento convencional.

 


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também