CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

“Amastha está entre as prioridades da direção nacional”, avisa Carlos Siqueira sobre as eleições de 2024; PSB recebe Álvaro da A7 e outros 20

O encontro do Partido Socialista Brasileiro (PSB) realizado na noite desta sexta-feira, 10, foi marcado pela celebração da pré-candidatura de Carlos Amastha (PSB) ao Paço da Capital. Outro nome lançado com pompa como prefeiturável foi do recém-filiado Álvaro Martins, ou da A7, em Porto Nacional. O evento também contou com a chegada de mais de 20 lideranças com pretensões de disputar o Poder Executivo em 2024, bem superior aos dez prometidos anteriormente.

AMASTHA É UMA DAS PRIORIDADES DA GESTÃO NACIONAL

O presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, não escondeu que vê o plano para a Capital como prioridade. “O tema natural são as eleições municipais. É um projeto do PSB ampliar os horizontes e estamos muito sintonizados com o crescimento no Tocantins e com todas as pré-candidaturas a prefeito, mas especialmente a de Palmas, do companheiro Amastha, que está entre as prioridades da direção”, revelou. O palmense já figurou como um dos destaques pessebistas para 2024 na propagando partidária com veiculação em todo País.

O NOVO DE NOVO PARA RECOLOCAR PALMAS NO RUMO

Questionado pela Coluna do CT, Carlos Amastha afirmou não ver mudanças neste futuro retorno à uma disputa pelo Paço da Capital após a renúncia para candidatar-se ao Palácio Araguaia em 2018. “É o novo de novo. Acho que não mudou absolutamente nada o nosso sonho, nossa maneira de agir. A cidade avançou, cresceu muito, mas as potencialidades são inúmeras. Precisa deste choque novamente. Tenho certeza que a gente pode fazer um trabalho para recolocar Palmas no rumo”, defendeu o pré-candidato.

HAVERÁ 2º TURNO

Com Palmas podendo ter pela primeira vez uma eleição decidida no segundo turno, Carlos Amastha projetou que isto provavelmente deve acontecer. “Se forem mantidas as pré-candidaturas colocadas, haverá segundo turno. Vai ser uma eleição muito concorrida. O segundo turno é outra eleição”, pontuou. O pessebista ainda afirmou que não descartaria aliar-se com qualquer legenda que for. “Todos os apoios são bem-vindos. Apoio jamais se recusa”, acrescentou.

PALMAS ESTÁ COM UMA SAUDADE DANADA

A pré-candidatura de Carlos Amastha foi o principal tema dos discursos. “Tenho certeza que vamos dar uma acelerada, ano que vem temos eleições. Precisamos retomar esse protagonismo. Não tenho a menor dúvida que Palmas está com uma saudade danada. O orgulho de ser palmense precisa ser resgatado”, disse o vereador Epitácio Brandão. Secretária da sigla, Renata Eckart disse não encarar 2024 como eleição, mas como “uma retomada”. “Ele é ocupado e preocupado com Palmas. Amastha não é elitizado, não está aqui para trabalhar para rico”, disse ainda. Também discursaram a presidente metropolitana, Amanda Sobreira, e o também vereador Mauro Lacerda.

PRÉ-CANDIDATO NÃO SÓ À REELEIÇÃO, COMO PARA A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Outro destaque foi a fala do vereador licenciado e deputado estadual Júnior Brasão, que revelou os planos para daqui a quatro anos. “O grupo trabalha com metas. Em 2024, é ser o vereador mais bem votado de Palmas. Vou mais além, ser presidente da Casa, apoiado por Amastha, já eleito. E em 2026, ser o deputado federal mais bem votado”, projetou o parlamentar, que exaltou o dirigente estadual por ter sido o responsável a garantir sua vaga na Assembleia, bem como o colega que cedeu a vaga, o secretário extraordinário de Ações Governamentais e Parcerias Público-Privadas, Moisemar Marinho.

RESPONSABILIDADE E COM CLAREZA DA IMPORTÂNCIA DA POLÍTICA PÚBLICA

Da lista de pré-candidatos do interior, Álvaro da A7 foi quem teve direito à fala. “Chego com responsabilidade e um coração cheio de clareza da prioridade da política pública, e da transformação que a verdadeira política traz para quem precisa. Chega de politicagem. Nosso povo quer líderes que saibam a importância real da administração comprometida”, disse o nome pessedista para o Paço de Porto Nacional.

LISTA

O PSB recebeu como possíveis candidatos ao Paço: Pablo, de Palmeirópolis; Elisângela, de Jaú do Tocantins; Cenourão, de Natividade; Gean Lucas, de Chapada da Natividade; Waba, de São Valério; Toni Queiroz, de Sucupira; Tetinha, de Cariri do Tocantins; Toti, de Figueirópolis; Rauleson, de Dueré; Esteferson, de Araguaçu; Robson, de Sandolândia; Sabrina, de Crixás do Tocantins; Djalma, de Alvorada; André Caixeta, de Gurupi; Almir, de Araguacema; Nilton da Fabic, de Augustinópolis; Charlisvan, de Goiatins; Leluia, de Muricilândia; Tonhão, de Piraquê; Santana, de Nova Olinda; e Rafaelzinho, de Ananás.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também