CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Ao nomear procurador-geral de Contas, Carlesse defende que, para Estado forte, municípios devem ter contas sólidas

Ao nomear procurador-geral de Contas, Carlesse defende que, para Estado forte, municípios devem ter contas sólidas
5 (100%) 10 votos

O governador Mauro Carlesse (DEM) assinou nessa segunda-feira, 16, o ato de nomeação do novo procurador-geral de Contas junto ao Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE), José Roberto Torres Gomes. Carlesse defendeu em seu discurso que “não conseguiremos construir um Estado forte se os municípios não tiverem solidez em suas contas públicas”.

Diálogo, o respeito e a harmonia

Ele destacou o diálogo, o respeito e a harmonia entre os poderes como o principal motivador do seu ato, publicado na edição dessa segunda-feira, 16, do Diário Oficial do Estado (DOE). “O procurador-geral de Contas tem um papel de orientação e fiscalização junto ao Estado, mas também aos municípios e isso, na minha opinião, é o mais importante, pois não conseguiremos construir um Estado forte se os municípios não tiverem solidez em suas contas públicas”, afirmou.

Continuar o trabalho

José Roberto Torres Gomes substituirá o atual procurador-geral Zailon Miranda Labre Rodrigues. Ele era o único nome a disputar a vaga depois que o procurador Oziel Pereira dos Santos desistiu de concorrer. É a primeira vez que Gomes ocupará o cargo, com posse no dia 1º de janeiro para o biênio 2020/2021. “Pretendo continuar o trabalho que o Ministério Público de Contas já vem fazendo durante todos esses anos, que é o auxílio com a manutenção da ordem jurídica e da aplicação dos recursos públicos nas políticas públicas de resultado para melhorar a qualidade de vida dos tocantinenses”, afirmou o novo procurador-geral de Contas.

Amadurecimento das instituições

Para o presidente do TCE, conselheiro Severiano Costa Andrade, o ato de Carlesse formaliza o amadurecimento das instituições no Tocantins. “O governador respeitou a decisão da maioria dos procuradores e isso demonstra que fazemos parte de instituições amadurecidas, sólidas e que trabalham em parceria para a melhoria na aplicação dos recursos públicos”, enfatizou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também