CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Com Carlesse em Araguaína, Dimas defende fim das trocas de governo por estabilidade

Prefeito também criticou, sem citar nomes, políticos que, segundo ele, estariam usando a eleição suplementar apenas para se "autopromover"

0
Com Carlesse em Araguaína, Dimas defende fim das trocas de governo por estabilidade
5 (100%) 2 votos

O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (sem partido), defendeu na noite desta segunda-feira, 14, o fim das trocas de comando no governo do Estado, iniciadas após a cassação do governador Marcelo Miranda (MDB) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por estabilidade política e econômica. Em seu discurso, Dimas também falou da “falta de compromisso” com o Tocantins por parte dos candidatos na disputa pelo Executivo estadual na eleição suplementar do dia 3 de junho.

“Tem muitos aí vendo oportunidade de autopromoção e não estão preocupados, na realidade, com nada além de se promover para concorrer à outra eleição [em outubro], ou para disputar qualquer cargo que seja. Essa é a realidade. Não estão preocupados com o Tocantins, com a instabilidade criada por essa eleição, com a instabilidade que pode ser gerada por uma nova troca de comando no governo do Estado”, frisou, defendendo a permanência do governador interino Mauro Carlesse (PHS) no cargo até o final do mandato, em dezembro.

Para o prefeito da segunda maior cidade do Tocantins, as trocas de gestores e suas respectivas equipes têm prejudicado diretamente a população de todos os municípios do Estado. “É muito sério o que nós estamos vivenciando, traz muito descrédito para todos nós tocantinenses”, reiterou o prefeito.

Em discurso na Praça da Bandeira, durante encontro que reuniu a comunidade e os principais líderes políticos de Araguaína e região com Carlesse, Dimas conclamou os eleitores “a responderem nas urnas aos candidatos sem compromisso com o Estado”, votando em Mauro Carlesse para governador.

“Será que trocar de novo de governo vai nos ajudar? Qual é a credibilidade que o Tocantins leva ao País inteiro, aos empresários que a gente tanto luta para trazer? Qual é a segurança que tem nisso para todo nós fazermos algum investimento de vulto?”, questionou. (Com informações da Ascom do candidato)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também