CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

CPI da Pandemia pode convocar Kassyo Ramos, que recebeu dinheiro do diretor da Precisa Medicamentos

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia deve votar na próxima terça-feira, 28, a quebra dos sigilos e a convocação de Kassyo Santos Ramos. Relatórios de inteligência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) indicam que ele recebeu dinheiro do empresário Danilo Trento, diretor da Precisa Medicamentos. Os requerimentos foram apresentados pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Valores exorbitantes

De acordo com o Coaf, após receber recursos de Danilo Trento, Kassyo Ramos transferiu valores para a Barão Tur, empresa de turismo controlada por Raphael Barão Otero de Abreu. A agência executou voos de funcionários da Precisa para a Índia. “Segundo informações colhidas por esta CPI, [a Barão Tur] recebeu valores exorbitantes em apenas um ano pelos supostos serviços prestados”, destaca Alessandro Vieira, conforme revela a Agência Senado.

Intermediação para aquisição da Covaxin

Ainda de acordo com o parlamentar, Raphael Barão acompanhou os funcionários da Precisa a Nova Dhéli para intermediar a aquisição de vacinas Covaxin. Questionado durante depoimento à CPI sobre a relação com Kassyo Ramos, Danilo Trento preferiu permanecer em silêncio. Para Alessandro Vieira, a quebra de sigilos e a convocação de Kassyo Ramos podem “desvelar os exatos termos da relação” entre ele e os empresários Danilo Trento, Francisco Maximiano e Raphael Barão.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também