CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.
governo-mobile-2

Eli Borges diz que quer zerar déficit habitacional de Palmas e volta a prometer 50 mil empregos: “Vamos sacudir o mercado da construção”

Na disputa pela Prefeitura de Palmas pela coligação “Um Novo Tempo! Valorizando a Honestidade, a Família, Governando com Deus e o Povo”, o deputado federal Eli Borges (SD) voltou a abordar o tema habitação em agenda com o presidente da Associação Habitacional dos Trabalhadores do Tocantins (ASSOHTRATO), José Amilton da Silva Santos. Na ocasião, o candidato diz que  pretende zerar o déficit habitacional ao garantir casas para os mais carentes e lotes para aqueles moradores que podem construir ou adquirir seu imóvel em suaves prestações. “Vamos sacudir o mercado da construção civil e assim gerar milhares dos 50 mil empregos diretos e indiretos que estamos nos comprometendo com a população”, destacou.

O projeto

Eli Borges propõe três formas de resolver a questão do déficit habitacional de Palmas. Primeiro, é a entrega de moradia popular aos mais carentes. O segundo modelo é oferecendo um lote para aquele cidadão que tem condições de construir a sua moradia. Para os que se enquadrarem nesse perfil, terão a vantagem de comprar o material de construção com um custo mais baixo, através de convênios da prefeitura com as empresas de construção civil, que receberão incentivos. A terceira forma é atender o cidadão palmense que têm condições de comprar um lote, pagando em suaves prestações. “Vamos buscar espaços para a expansão urbana de Palmas, a fim de atender esses três perfis de cidadãos palmenses, que hoje precisam da moradia, o carente, o que tendo o lote resolve e o que pode comprar o lote em suaves parcelas, onde a Prefeitura vai levar infraestrutura básica”, pontuou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também