CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

PSB e PDT discutem aliança para 2020; definição nas capitais passará por executivas nacionais

PSB e PDT se reúnem em São Paulo na quinta-feira, 12, para discutir uma aliança nacional nas eleições deste ano. Além disso, o objetivo também é criar uma força política com influência e capacidade de intervenção no Congresso. O encontro acontecerá no Hotel Transamérica Executive e deve contar com a participação do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e do presidenciável Ciro Gomes, vice-presidente nacional do partido. Pelo PSB estarão o presidente nacional, Carlos Siqueira, e o presidente da legenda em São Paulo, Márcio França.

Os 2 partidos no Tocantins

No Tocantins, o PSB é presidido pelo ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha e o PDT foi recém-assumido pelo presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano.

Adversário figadal

No caso da Capital, os dois partidos têm pré-candidatos a prefeito: os vereadores Tiago Andrino, pelo PSB, e Milton Neris, pelo PDT. Neris é adversário figadal do grupo de Amastha.

Amastha vai a SP

Um dos vice-presidentes nacionais do PSB, o ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha participará do encontro em São Paulo, quando deve ser oficializado o apoio dos dois partidos à pré-candidatura de Márcio França a prefeito de São Paulo.

De cima para baixo

Segundo Amastha, a definição de candidaturas de PSB e PDT nas capitais brasileiras — portanto, claro que Palmas também — passará, necessariamente, pelas executivas nacionais dos dois partidos.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também