CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Sete deputados e os 3 senadores do TO votaram contra veto e abriram brecha para fundo eleitoral ir a R$ 3,8 bilhões

Praticamente toda a bancada federal do Tocantins se uniu para votar contra o veto do presidente Jair Bolsonaro ao aumento do fundo eleitoral em 2020. A comissão que discute o Orçamento de 2020 no Congresso Nacional planeja destinar R$ 3,8 bilhões para fundo eleitoral nas eleições do ano que vem. O veto de Bolsonaro foi derrubado semana passada, no dia 27. Apenas a deputada Dorinha Seabra Rezende (DEM), que não participou da votação, ficou de fora.

7 deputados e os 3 senadores

Sete dos oito deputados e os três senadores tocantinenses votaram para a derrubada do veto, o que abriu a brecha para o aumento do fundo eleitoral para até R$ 3,8 bilhões. Em 2018, foi repassado R$ 1, 7 bilhão para o fundo eleitoral.

LEIA MAIS

TEMPO REAL / Recursos da saúde, educação e infraestrutura para bancar as eleições municipais?

Até tu?

Gomes, que também votou para a derrubada do veto, é o líder de Bolsonaro no Congresso.

Vão tirar da educação, saúde e infraestrutura

Conforme o jornal Folha de S.Paulo, a proposta do fundo aprovado em relatório preliminar prevê retirar dinheiro de educação, saúde e infraestrutura. São previstos cortes de R$ 1,7 bilhão no orçamento de mais de 15 ministérios. Do total, são R$ 500 milhões em saúde (dos quais R$ 70 milhões iriam para o Farmácia Popular, que oferece remédios gratuitos à população), R$ 380 milhões em infraestrutura e desenvolvimento (que inclui obras de saneamento e corte de R$ 70 milhões do Minha Casa Minha Vida) e R$ 280 milhões em educação.

Os que mais vão receber

Se os R$ 3,8 bilhões forem aprovados, PT teria o maior volume de recursos, R$ 384,7 milhões, seguido por PSL (R$ 374,7 milhões), MDB (R$ 284,2 milhões), PSD (R$ 252,9 milhões), PSDB (R$ 251,5 milhões) e PP (R$ 245,6 milhões).

Veja os deputados e senadores do Tocantins que votaram pela derrubada do veto de Bolsonaro ao aumento do fundo eleitoral:

Deputados 

Carlos Henrique Gaguim

DEM

TO

Não

Dulce Miranda

MDB

TO

Não

Vicentinho Júnior

PL

TO

Não

Célio Moura

PT

TO

Não

Tiago Dimas

SOLIDARIEDADE

TO

Não

Osires Damaso

PSC

TO

Não

Eli Borges

SOLIDARIEDADE

TO

Não

 

Senadores

Kátia Abreu

PDT

TO

Não

Irajá

PSD

TO

Não

Eduardo Gomes

MDB

TO

Não

 

Fonte: Folha de S.Paulo

COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também