CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Tocantins envia 17 homens do Batalhão de Choque da PM para Força Nacional em Brasília; efetivo poderá ficar na capital federal por até 60 dias

Um efetivo de 17 homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Tocantins (PMTO) seguiram nesta sexta-feira, 13, para Brasília, para reforçar a segurança da capital federal, que no domingo, 8, foi alvo de um atentado golpista que resultou na invasão das sedes dos três Poderes da República. A sinalização de apoio foi feita de forma quase imediata pelo governador Wanderlei Barbosa (Republicanos). A força poderá ficar até 60 dia no Distrito Federal.

PMTO É UMA INSTITUIÇÃO LEGALISTA

Os homens ficarão disponíveis à Força Nacional. O comandante-geral da corporação, coronel Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, esteve reunido com a tropa antes do embarque,  destacando a importância da missão. “A PMTO é uma instituição legalista, neutra e que está pronta para defender o Tocantins e o Brasil em quaisquer circunstâncias que for demandada, dentro da sua competência”, concluiu.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também