CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Negreiros deve apresentar parecer à CCJ contra CPI da BRK; prefeitos podem deixar PSDB

Vereador Major Negreiros (Foto: Câmara)
Negreiros deve apresentar parecer à CCJ contra CPI da BRK; prefeitos podem deixar PSDB
5 (100%) 1 voto

Coluna do CT

Contra a CPI da BRK

O vereador Major Negreiros (PSB) vai apresentar semana que vem seu parecer à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Palmas sobre a instalação da CPI da BRK Ambiental. A expectativa é de que o parecer será contrário à nova comissão investigatória.

Campelo, o voto de minerva

Com isso, a decisão sobre a CPI pode recair sobre o presidente da CCJ, vereador Lúcio Campelo (PR). É que a expectativa é de que outro membro, Tiago Andrino (PSB), deve acompanhar o relator. Do outro lado, Diogo Fernandes (PSD) e Rogério Freitas (MDB) devem votar pela instalação da comissão. Dessa forma, Campelo terá que dar o voto de minerva.

Prefeitos podem “destucanar”

Insatisfeitos, alguns prefeitos do PSDB podem deixar o partido e rumar para o DEM. Um dos motivos foi o fato de eles terem sido responsabilizados, em vídeo, pela derrota do ex-senador Ataídes Oliveira, presidente regional, nas eleições do ano passado. O vídeo foi publicado e protagonizado pelo próprio Ataídes. Entre os que estudam sair estão Miyuki Hyashida (Brejinho de Nazaré), Cleiton Batatinha (Cristalândia) e Ildislene Santana (Caseara). Não por acaso, todos da base do deputado federal Carlos Gaguim (DEM).

Profundo silêncio

Como a coluna afirmou nessa terça-feira, 9, até agora apenas a chapa de Ataídes está inscrita para a eleição do diretório regional, entre os dias 3 e 6 de maio. No entanto, tucanos desconfiam que uma chapa de oposição não está descartada e estaria sendo formatada em profundo silêncio.

Líder consolidada

O secretário executivo das Finanças de Palmas, Rogério Ramos, encontrou casualmente no Aeroporto de Brasília nessa terça-feira, 9, o presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, e aproveitou para falar do impasse no tucanato do Tocantins, o imbroglio entre a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, e Ataídes. Alckmin disse a Ramos que reconhece “a capilaridade política” da prefeita e que a destaca como “uma líder consolidada”, até porque detém o mandato de maior relevância no Estado.

Falta de apoio

Ramos ainda criticou para Alckmin a falta de apoio às candidaturas do PSDB no Estado nas últimas eleições, como foi o caso da própria esposa dele, Marttha, candidata a deputada federal. Segundo o secretário, ela recebeu poucos recursos na proporção do número de votos que teve. Ele ainda contou que a conversa com o tucano transcorreu “num clima amistoso e tranquilo”. “Ele é muito atencioso e educado”, descreveu.

Conhecido de priscas eras…

Rogério Ramos contou conhecer Alckmin desde quando foi secretário-geral do PSDB do Tocantins, na época em que o então senador Eduardo Siqueira era o presidente estadual da legenda.

Insatisfação ajuda Cinthia

Insatisfeitos com o Palácio Araguaia, membros da bancada federal do Tocantins estão se aproximando da gestão Cinthia Ribeiro.

Boa mexida

A prefeita vai dar uma boa mexida em seu governo nos próximos 15 dias. O ingresso do ex-vereador Carlos Braga na Secretaria de Governo foi só o início.

Entregou o cargo

Aliados da deputada estadual Vanda Monteiro (PSL) dizem que foi o marido dela, Márcio da Costa Reis Monteiro, que colocou à disposição de Cinthia o cargo de secretário executivo da Fundação de Esportes e Lazer. Eles enviaram à coluna cópia do ofício protocolado na segunda-feira, 8, no mesmo dia em que o Diário Oficial de Palmas publicou a exoneração de Monteiro.

Ciúmes da base

Pessoas próximas da deputada Vanda dizem que havia ciúmes dos vereadores ligados a Cinthia. Segundo elas, como Monteiro vinha realizando muitos eventos esportivos, temiam tê-lo como concorrente em 2020.

Promoção de Vanda

Gente da câmara reage: os eventos seriam usados apenas para promover a deputada e esposa do ex-secretário.

 Dinheiro na veia dos municípios

O senador Irajá Abreu (PSD) lembra que há um mês pediu a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite o repasse de verbas de emendas parlamentares individuais direto para o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e para o Fundo de Participação dos Estados (FPE). Para o senador, a proposta desburocratiza a liberação de recursos federais para todos os municípios e Estados. “Estamos falando de uma medida que beneficia milhões de brasileiros, porque injeta dinheiro na veia dos municípios para obras essenciais para a população em um prazo muito menor, com toda transparência e a fiscalização dos órgãos de controle”, defendeu Irajá.

Melhor que Marcelo e Siqueira

Prefeitos elogiaram à coluna o cumprimento das transferências dos recursos constitucionais aos municípios pelo governador Mauro Carlesse (PHS). Segundo eles, nessa terça-feira, foram pagos R$ 11 milhões de Farmácia Básica. Além disso, o Palácio tem sido razoavelmente pontual na transferência do Fundeb, recursos da saúde e do ICMS, que pago rigorosamente toda terça-feira. “Está muito melhor do que Marcelo [Miranda, MDB] e Siqueira [Campos, DEM]”, comparou um prefeito.

Com chances de vitória

O nome do deputado federal Célio Moura (PT) é novamente lembrando para a disputa da Prefeitura de Araguaína no ano que vem. Ele já concorreu duas vezes, em 2004 e 2008. “O que podemos garantir é que o partido terá um candidato ou uma candidata no pleito de 2020 com chance real de vitória”, garantiu Moura à coluna.

Partido mais organizado do Tocantins

O parlamentar contou que, até o momento, já há 33 nomes colocados para concorrer a uma vaga na Câmara de Araguaína. Para o líder petista, é uma “demonstração da força do partido mais organizado do Tocantins”. “Fico lisongeado com a lembrança do nosso nome. Vamos discutir com os companheiros e companheiras, qual o melhor nome para a disputa”, pondera.

Outros nomes

Além dele, Moura cita outros que poderiam disputar a Prefeitura de Araguaína, como Valdirene Cesario, secretária de organização do PT; o advogado e professor Rubens Araújo e o empresário Leonildo.

Conjuntura favorece PT

Já o advogado Rubens Araújo defendeu mesmo o nome de Célio Moura, cuja campanha para federal ele coordenou no ano passado. “A conjuntura que se desenha favorece o PT, bem como Célio Moura, na disputa. Os tradicionais grupos políticos do município tendem a formar três ou mais candidaturas dividindo as forças políticas locais e o PT, com sua militância liderada por Célio Moura, teria grandes chances de vencer”, prognosticou.

Posições aprovadas

Além disso, Araújo afirma que as posições de Moura no Congresso Nacional, especialmente contra a Reforma da Previdência, tem tido uma aprovação da sociedade local “muito significativa”.

Reforma do Odontomóvel

O presidente da Fundação Pró-Tocantins, coronel Luiz Cláudio Benício, assinou nessa terça Termo de Convênio com a 4ª Vara Federal da Justiça Federal, da Seção Judiciária de Palmas, para a execução do projeto da Reforma do Odontomóvel. Através do convênio, a instituição conseguiu captar R$ 30 mil, para reformar o automóvel utilizado como consultório odontológico que percorre o interior, atendendo policiais militares, bombeiros e seus dependentes.

Melhoria na saúde “caótica”

O prefeito de Mateiros, João Martins, o Joãozinho (PTN), aproveitou sua participação na Marcha a Brasília, para se reunir nessa terça, no gabinete do senador Eduardo Gomes (MDB), com assessores do parlamentar e um técnico do Ministério da Saúde (foto). Em pauta, melhorias na saúde do município. A proposta é ampliar a Unidade Básica de Saúde (UBS), dotando-a de um aparelho de Raio-X, Sala de Estabilização, além da expansão do Samur (Unidade de Suporte Básico – 192). Segundo Joãozinho, a situação na área de saúde do município é “caótica”.

Leia também