CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

EM OFF / Para governo, Irajá “pegou carona” em convite da Seagro para ministro da Agricultura participar da Agrotins; sem comunicação oficial, Enoque segue com campanha na Uvet

IRAJÁ PEGA CARONA

O senador Irajá disse esses dias nas redes sociais que foi ele quem convidou o ministro da Agricultura, Carlos Fávoro, que é de seu partido, o PSD, para participar da abertura oficial da Agrotins, no dia 17 de maio. Contudo, a informação do Palácio é de que o convite ao ministro foi protocolado pela Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária em 27 de janeiro. Para importantes governistas, o parlamentar “pegou carona”, mas é normal que o ministro tenha respondido o convite através do senador do partido dele. Faz sentido, afinal, como se convida alguém para um evento em que o outro é o organizador e não você?

EM NOME DO GOVERNADOR

Inclusive, o deputado estadual Eduardo Fortes, também do PSD de Irajá, informou em material publicado até pela Coluna do CT, em 9 de fevereiro, que numa audiência com o ministro da Agricultura, na companhia do senador tocantinense, convidou Fávoro, “em nome do governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) para participar da abertura da maior feira do setor agropecuário do Norte do Brasil, a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2023), que será realizada no mês maio”. O trecho entre aspas foi divulgado pela própria assessoria de Fortes.

NÃO FOI COMUNICADO

Candidato de situação na presidência da União dos Vereadores do Tocantins (Uvet), o vereador de Araguaína Enoque Neto (Republicanos) disse à coluna não ter sido oficialmente informado sobre a desistência da chapa de oposição encabeçada pelo presidente da Câmara de Araguatins, Miguel do Cajueiro (UB). O grupo oposicionista informou nesta semana a criação da União dos Vereadores Tocantinenses (UVT) e o rompimento com a Uvet.

SEGUE FIRME

Sem a comunicação oficial, Enoque avisou que segue firme com sua campanha. Agora, se de fato a oposição desistiu, o candidato afirmou que vai “potencializar a Uvet com todos os vereadores do Tocantins”.

1ª DERROTA DE CAMILA

A prefeita de Miracema, Camila Fernandes (MDB), teve sua primeira grande derrota numa matéria que enviou para a Câmara. Os vereadores rejeitaram na segunda-feira, 17, por 6 votos a 4, o projeto de lei do Executivo que autorizava o município a fazer um leilão de bens públicos. A justificativa foi de que faltou transparência, já que o projeto não deixava claro para onde iria o dinheiro arrecadado e nem havia a lista dos bens que seriam leiloados.

PERDEU MAIORIA

A derrota é vista como resultado direto do fato de a prefeita Camila ter perdido a maioria da Câmara. Ela começou a gestão com mais vereadores, mas, no ano passado, viu a vantagem se esvair. A primeira consequência disso foi a derrota de seu candidato a presidente da Casa, Adão Pedreiro (MDB), para o oposicionista Agenor Alves (SD). Agora, Camila tem quatro parlamentares e a oposição, sete.

DAMASO PODE FAZER A DIFERENÇA

Tem grupo de deputado estadual defendendo que o ex-deputado federal Osires Damaso (Podemos) assuma uma posição importante no staff político do governador Wanderlei Barbosa. Há grandes insatisfações, avisam. Para eles, a experiência, o estilo conciliador e o dinamismo de Damaso poderia fazer a diferença no Palácio Araguaia.

DO SD PARA O PT

O presidente da Câmara de São Bento do Tocantins, Adelsim do Povo, vai trocar o Solidariedade pelo PT. Ele organiza os preparativos para a festa de filiação.

SONHO DE GOVERNAR

O ex-deputado federal Célio Moura (PT) disse à coluna que seu nome “já está lançado pela ala de centro-esquerda” para disputar a Prefeitura de Araguaína. Ele contou estar implantando núcleos de base do partido nos bairros, o que foi iniciado pela periferia. Na sexta-feira, 14, foi a vez do Monte Sinai. Além disso, Célio disse que seu grupo está criando novas lideranças, com formação política. “Meu sonho é governar Araguaína”, revelou o ex-parlamentar, que já foi candidato a prefeito e até a vice-prefeito da cidade.

CONJUNTURA E NACIONAL DECIDIRÃO

O presidente metropolitano do PT, João Helder Vilela, que foi candidato a prefeito de Palmas em 2020, disse que o que vai definir o nome da sigla para 2024 é a conjuntura política, que será avaliada pela direção nacional, a quem caberá bater o martelo. Ele avisou, contudo, que é “um soldado do partido” e que está à disposição.

UM BOM NOME

No caso de o nome do ex-deputado Paulo Mourão ser mesmo colocado no tabuleiro, como se especula, Vilela garantiu que terá o seu total apoio. “O Mourão é um bom nome para a Capital, dada a sua larga experiência na vida pública”, defendeu o presidente petista de Palmas.

HOMENAGENS A POLICIAIS CIVIS

A Secretaria da Segurança Pública do Tocantins realiza nesta quinta-feira, 20, às 14 horas, a tradicional cerimônia em homenagem ao Dia da Polícia Civil, que é comemorado na sexta-feira, 21. O escrivão José Bonfim Nazareno Ribeiro receberá a Medalha de Bravura e o policial civil Eusébio de Queirós, a Medalha de Mérito. As honrarias se devem aos relevantes serviços prestados por eles à segurança pública do Estado.

CONSELHEIRO TUTELAR EM ARAGUAÍNA

As inscrições para os que querem participar do processo seletivo para o cargo de conselheiro tutelar de Araguaína encerram na sexta-feira. O salário é de R$ 3.250,83, com previsão de acréscimo de até 25%. Ou seja, pode chegar a R$ 4 mil, devido aos plantões nos fins de semana e feriados.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também