CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Sisepe oficia governo para cobrar retorno da jornada de seis horas; economia é argumento

Sisepe oficia governo para cobrar retorno da jornada de seis horas; economia é argumento
avaliar matéria

O Estado do Tocantins já foi oficiado nesta quinta-feira, 3, a editar novo Decreto para restabelecer a jornada de seis horas para o funcionalismo. Ano passado, o expediente reduzido funcionou de maio a dezembro. Autor do pedido, o Sindicato dos Servidores Públicos (Sisepe) argumenta que tal medida gerou economia com custeio de mais de R$ 16 milhões em 2018.

“Os servidores públicos esperam que o governador faça um novo decreto nos próximos dias instituindo novamente a jornada de 6 horas diárias. A medida está em acordo com as ações do governo de redução de gastos e de equipe”, argumenta o presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro, fazendo referência a reforma administrativa anunciada pelo governador Mauro Carlesse.

O sindicalista continua. “Além de garantir maior eficiência e economicidade a administração pública, é uma forma de valorização do servidor público, garantindo melhor qualidade de vida e humanização do trabalho”, acrescentou Cleiton Pinheiro.

Além da economia, a entidade ainda destaca no ofício que a jornada de seis horas é uma medida já adotada em outros 15 unidades da federação, sendo elas: Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também