CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Primeira-dama Karynne Sotero recebe presidente do Instituto Reviver e fortalece compromisso com o desporto voltado às pessoas com deficiência

À frente da Secretaria Extraordinária de Participações Sociais do Estado, a primeira-dama do Tocantins, Karynne Sotero, recebeu em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira, 8, a presidente da  Associação de Inclusão de Portadores de Deficiência Esportiva (Instituto Reviver), Soraia Tomaz, a fim de conhecer o trabalho desenvolvido pela Organização Não Governamental (ONG), que promove a prática desportiva com pessoas com deficiência (PcD), em Palmas. Participaram também do encontro os secretários de Estado da Educação, Fábio Vaz; da Juventude e Esportes, Elenil da Penha; e do Turismo, Hercy Filho.

Para Karynne Sotero, o esporte é uma ferramenta poderosa na promoção da igualdade e na celebração da diversidade. “Estou orgulhosa em conhecer o trabalho desenvolvido pela Soraia e pelo Instituto Reviver. A inclusão é uma jornada de empatia e de oportunidade e promover isso, por meio do esporte, permite que essas pessoas, que convivem com algum tipo de deficiência, reconheçam seu valor, superando seus limites”, ressaltou a primeira-dama, ao pontuar que este movimento não apenas transforma vidas, mas também inspira uma sociedade mais inclusiva e justa.

Apoio do Governo do Tocantins

Com o apoio do Governo do Tocantins, por meio das secretarias de Estado da Educação (Seduc) e do Esporte e Juventude (Seju), o Instituto Reviver desenvolve, há oito anos, trabalhos de atenção e inclusão da pessoa com deficiência na prática esportiva. O Comitê Paralímpico Brasileiro instituiu, há um ano, no Tocantins, o Centro de Referência Paralímpico, também coordenado por Soraia Tomaz.

A pauta da reunião desta quinta-feira, 8, foi a possível parceria do Governo do Tocantins com o Instituto Reviver para a realização do Meeting Paralímpico, que ocorrerá no dia 6 de abril deste ano. “É um evento que o Comitê vai realizar em todos os estados do país e que atende pessoas com deficiência a partir dos sete anos, sem limite de idade”, explicou a presidente do Instituto Reviver e coordenadora do Comitê no Tocantins, Soraia Tomaz.

A etapa estadual do Meeting Paralímpico no Tocantins oferecerá modalidades de atletismo, bocha adaptada, natação, halterofilismo, além do tiro com arco e tiro esportivo. Também ocorrerão as seletivas paralimpíadas escolares, universitárias e militares. “Estamos muito empenhados em trabalhar para acolher todos os participantes, aqui do Tocantins, e também a equipe do Comitê Paralímpico”, destacou Soraia, ao lembrar que, nos dias 9 e 10 de março, será realizado o Seminário Modalidades Paralímpicas. “Serão cinco profissionais do Comitê Paralímpico que ministrarão cursos para os professores e os acadêmicos dos cursos de Educação Física, Fisioterapia e áreas afins, aqui do Tocantins”, salientou a  coordenadora do Comitê. Na ocasião, serão promovidas as modalidades paralímpicas de atletismo, halterofilismo, avaliação física, parabadminton, tênis de mesa, basquetebol em cadeira de rodas e tiro com arco.

O secretário de Estado da Educação, Fábio Vaz, salientou a importância do Instituto Reviver no acolhimento e na atenção aos estudantes da rede pública estadual de ensino. “Muitos alunos da rede estadual treinam no Instituto Reviver e o foco desses atletas é o alto rendimento. Eles são os nossos expoentes do estado do Tocantins e estão recebendo medalhas em competições de âmbito nacional. Então, reconhecemos o Instituto Reviver como um time de muita responsabilidade e nos alegra poder celebrar parceria com esta ONG”, reforçou o secretário.

“Sabemos que o Instituto Reviver faz um trabalho grandioso que envolve palestras, assuntos pedagógicos e do desporto com nossos atletas paralímpicos e a Secretaria de Estado da Juventude e Esporte tem se mostrado presente, apoiando permanentemente os trabalhos desenvolvidos. Agora, o Instituto está alçando voos mais altos, com a abertura do Comitê Paralímpico Brasileiro no Tocantins, e focando em competições nacionais, portanto é compreensivo que busque um apoio mais robusto do Governo do Estado”, destacou o secretário de Estado do Esporte e Juventude, Elenil da Penha. (Da assessoria de imprensa)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também