CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

CDL de Palmas vê o estacionamento rotativo, que voltou a operar, como “mal necessário”

Silvan Portilho relata que sistema só foi criticado pelos funcionários e ambulantes que ocupam vagas durante todo o dia

CDL de Palmas vê o estacionamento rotativo, que voltou a operar, como “mal necessário”
5 (100%) 10 votos

O estacionamento rotativo voltou a funcionar em Palmas já com cobranças desde essa segunda-feira, 6, e para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Palmas, Silvan Portilho, o serviço é “um mal necessário”, visto que havia dificuldades para clientes encontrarem vagas na Avenida Juscelino Kubitschek devido à ocupação por funcionários públicos e ambulantes.

“A gente acredita que o estacionamento rotativo é aquele mal necessário. O que a gente percebe é que quando não há o estacionamento rotativo a dificuldade de encontrar vaga é muito grande, justamente pelos funcionários públicos que ficam ali na prefeitura, no Resolve Palmas. Ficam parados com o carro o dia todo. Para o comércio isto é ruim porque a gente precisa é que o cliente tenha a vaga”, resumiu.

Silvan Portilho afirma que vistoriou o primeiro dia do sistema e percebeu já percebeu considerável diferença. “Parecia feriado”, conta. Apesar da aparente ociosidade das vagas, o empresário afirma que o estacionamento rotativo é positivo para o comércio. “O cliente que vai fazer a compra não reclama. Quem reclama é justamente as pessoas que deixam o carro o dia todo, que são funcionários e ambulantes que vendem ali. Vejo com bons olhos”, completa.

Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas: “seria interessante” gratuidade para paradas de até 15 minutos (Foto: Site CDL)


A única consideração feita pelo empresário é a falta de tolerância para o usuário. Segundo o presidente da CDL de Palmas, “seria interessante” gratuidade para paradas de até 15 minutos. Silvan Portilho ainda revelou que a Palmas Estacionamento, responsável pelo serviço, não chegou a entrar em contato com a entidade para avaliar a melhor forma de implementar o sistema.

Preços
Com a cobrança já sendo efetuada e sem a tolerância, a Palmas Estacionamento estabeleceu que automóveis, caminhonetes, caminhões e triciclos pagam R$ 1,00 para permanência de 30 minutos na vaga; R$ 2,00 para permanência de 30 até 60 minutos; R$ 4,00 de 60 até 120 minutos; e R$ 5,00 para permanência na vaga de duas até quatro horas. Este último valor é apenas para a Zona Verde, que só será atendida na terceira fase de implantação.

Os valores para motocicleta serão de R$ 0,75 para até 30 minutos de permanência na vaga; R$ 1,50 para até 60 minutos; R$ 2,25 para até 120 minutos; e R$ 3,75 para até quatro horas de permanência.

Sistema
Em material enviado à imprensa, a empresa responsável pelo estacionamento destacou as facilidades para o usuário.  Em Palmas, o motorista está sendo introduzido ao novo sistema de check-in que pode ser feito com os agentes, pelo aplicativo, no site e na sede da empresa. Ainda é possível carregar crédito na placa do veículo por meio do aplicativo ‘Estacione Palmas’.

Disponível para download gratuito nos sistemas iOS e Android, segundo a Palmas Estacionamento, o aplicativo tem uma interface simples e fácil de usar. Para iniciar a utilização é preciso fazer um cadastro informando os dados pessoais, criar uma senha e inserir a placa do veículo.

No aplicativo o motorista pode definir a quantidade de crédito que quer comprar, visualizar as vagas disponíveis nos bolsões, fazer seu check-in, consultar as irregularidades da sua placa e acompanhar seu histórico de estacionamento.

“Com o novo sistema é facultativo ao motorista fazer seu check-in, porque o monitor irá fazer isso. Ele vai escanear a placa e constatar o crédito e debitará a fração mínima a cada 30 minutos.  É uma vantagem que oferecemos. O usuário não precisa se preocupar com o estacionamento, ele só precisa ter esse crédito cadastrado no seu veículo. O check-in é possível, mas não é obrigatório”, explica Diogo Quaresma, gerente de implantação da Palmas Estacionamento.  


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também