CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Após tensa discussão na bancada, Vicentinho diz ter sido ameaçado com dossiê; “Está desesperado”, reage Gaguim

Após tensa discussão na bancada, Vicentinho diz ter sido ameaçado com dossiê; “Está desesperado”, reage Gaguim
5 (100%) 1 voto

O clima tenso da reunião da bancada federal do Tocantins dessa quarta-feira, 11, foi parar na tribuna da Câmara na manhã desta quinta-feira, 12, quando o deputado federal Vicentinho Jr (PL) acusou seu colega de Casa e ex-coordenador dos congressistas tocantinenses, Carlos Gaguim (DEM), de dizer que, numa ação que contaria com a participação do Palácio Araguaia, estavam sendo construídos dossiês contra o liberal e seu pai, o ex-senador Vicentinho Alves.

Vias de fato

Na reunião dessa quarta, Gaguim e Vicentinho, no relato de um deputado, quase foram para as chamadas “vias de fato”, o que só não ocorreu porque os parlamentares separaram os dois. Conforme Gaguim, a discussão teria começado depois que ele acusou o pai do colega de obstruir na Justiça os empréstimos de R$ 583 milhões do Tocantins junto à Caixa Econômica Federal. Então, os ânimos ficaram exaltados, houve xingamentos e a quase troca de tapas.

Ultrapassou as barreiras

Nenhum deputado quis falar publicamente sobre as supostas ameaças de dossiês, mas um deles comentou: “O Gaguim ultrapassou todas as barreiras”. No entanto, não quis dar detalhes. Da bancada federal, só não participaram da reunião o senador Eduardo Gomes (MDB) e o deputado Osires Damaso (PSC), que enviou representante.

Dias contados

No discurso que fez na manhã desta quinta, Vicentinho Júnior contou que Gaguim teria dito: “Se prepara, deputado Vicentinho, que seus dias estão contados. Estamos providenciando lá aquele dossiê contra você e seu pai para mostrar quem vocês são no Tocantins”.

Quebra de sigilo

O deputado disse em seu discurso que, com base nas denúncias de que estaria sendo monitorado de forma ilegal e ilegítima, solicitou da Claro a verificação da possível quebra de sigilo do seu número telefônico. Ainda pediu à Polícia Civil do Tocantins a emissão de Certidão Negativa de Nada Consta relacionado ao seu CPF. O deputado garantiu também que oficiará o secretário de Segurança Pública do Tocantins, Cristiano Sampaio.

Desesperado

Num vídeo que gravou da tribuna num momento em que a Câmara não estava em sessão, Gaguim disse que Vicentinho está “desesperado” porque “desde quando o governador Mauro Carlesse assumiu o governo ele está atrapalhando o Estado, denunciando o governador, o secretário da Segurança Pública, que é da Polícia Federal, um dos homens mais honrados deste País”.

Questão dos empréstimos

No vídeo, Gaguim repete o motivo da briga entre os dois, a ação do então candidato a governador na eleição suplementar Vicentinho Alves contra os empréstimos junto à Caixa. “O seu pai perdeu a eleição, e isso é desespero de quem perdeu a eleição para o governador Mauro Carlesse […] Se não fosse o pai dele ter entrado na Justiça […] meus companheiro, meus prefeitos, vereadores, líderes e povo do Tocantins, se não fosse o pai dele, da irresponsabilidade dele, hoje nos nossos hospitais não estariam morrendo milhares (sic) de pessoas, as nossas estradas estariam quase todas asfaltadas, os 139 municípios, num trabalhador do governador e da Assembleia, não estariam nessa dificuldade”, criticou o deputado democrata.

Único que não ajuda

Gaguim ainda disse que ele, como vice-líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara, e o senador Eduardo Gomes (MDB), como líder do presidente no Congresso, têm ajudado o governador Mauro Carlesse com recursos. “Como os outros parlamentares têm ajudado. O único que não tem ajudado, que não levou um único centavo para o Estado, é este deputado que vem me acusar”, afirmou.

Garupa

O ex-coordenador da bancada disse que Vicentinho “não tem serviço prestado ao Estado”. “Os mandatos dele foram na cacunda do pai. Desce da garupa de seu pai, deputado! Ele não é mais senador, não”, afirmou. “Quando você descer da garupa de seu pai nas próximas eleições, você vai ver quem você vai ser.”

Sem comentário

No vídeo, Gaguim não faz nenhum comentário sobre os supostos dossiês.

Descer do palanque

Já o governador Mauro Carlesse, através de sua assessoria, disse que Vicentinho “precisa descer do palanque e trabalhar em favor do Estado”. “Fica criando factoides para aparecer na mídia. Nunca digeriu a derrota do seu grupo na eleição suplementar e na definitiva. Parece que o ódio que ele destila não tem limite”, criticou Carlesse.

Confira a seguir a íntegra da nota do governador e, depois dela, os vídeos de Vicentinho e Gaguim:

“Este cidadão precisa descer do palanque e trabalhar em favor do Estado. Fica criando factoides para aparecer na mídia. Nunca digeriu a derrota do seu grupo na eleição suplementar e na definitiva. Parece que o ódio que ele destila não tem limite. Política é assim caro deputado, uns perdem outros ganham mas poucos trabalham e fazem jus ao cargo que ocupa.

Estamos preocupados em continuar trabalhando em prol do povo tocantinense e não em ficar digladiando através de rede sociais. O  Estado tem pressa com os inúmeros problemas deixados para trás com vocês a frente de inúmeros mandatos que não fizeram nada a não ser política de quintal. O país é outro. Acorde para o novo momento.

Use a tribuna para anunciar boas novas ao povo tocantinense e não denúncias vazias, mentirosas e politiqueiras.

Mauro Carlesse”

Assista o vídeo de Vicentinho:

Assista o vídeo de Gaguim:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também