CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Cinthia sobre o asfalto do Taquari: não saía porque Amastha “vivia em pé de guerra” com senadores: “Consegui pacificar esta relação”

A prefeita de Palmas e candidata à reeleição, Cinthia Ribeiro (PSDB), divulgou um vídeo na quarta-feira, 30, para falar exclusivamente do asfaltamento do Taquari. No material, a tucana narra o processo para conseguir o financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), solicitado ainda em 2016 na gestão do antecessor, Carlos Amastha (PSB), a quem responsabiliza pela demora da liberação dos recursos devido a relação ruim que tinha com os senadores, de quem era necessário a aprovação junto com a do Banco Central (BC).

Amastha vivia em pé de guerra

Cinthia Ribeiro afirma que o processo só andou após ter iniciado o diálogo com os senadores já à frente do Paço, e depois limpar o nome do município junto ao BC, que não estava regular por “problemas com a previdência”. “Quando assumi como prefeita, me reuni com nossa bancada federal e eles me disseram que não aprovavam porque o prefeito vivia em pé de guerra com eles, o que era totalmente desnecessário e a cidade só perdia. Consegui pacificar essa relação entre a prefeitura e o Senado, conseguimos também o apoio do Banco Central e organizamos as finanças da prefeitura, que aí sim ficou com o nome limpo, pronto para garantir este empréstimo”, relata.

Importância que todos de fato merecem

Apesar da alfinetada no antecessor e ex-aliado, Cinthia Ribeiro indica não buscar qualquer embate. “Esta é a verdade do asfalto do Taquari, sem desmerecer ninguém, sem criticar ninguém e dando a importância que todos de fato merecem”, chegou a dizer.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também