CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Como líder de Bolsonaro no Congresso, Gomes passa a ter tratamento VIP do Palácio Araguaia

Como líder de Bolsonaro no Congresso, Gomes passa a ter tratamento VIP do Palácio Araguaia
5 (100%) 10 votos

Políticos tocantinenses que passaram por Brasília semana passada repararam que o senador Eduardo Gomes (MDB) passou a ter tratamento VIP do Palácio Araguaia desde que assumiu a liderança do governo Jair Bolsonaro no Congresso.

Na rabeira

Gomes, que apoiou o candidatura a governador do senador Vicentinho Alves (PL) na eleição suplementar do ano passado, só conseguiu a vaga para a disputar o Senado na rabeira da chapa de Mauro Carlesse (DEM), diante do desistência do ex-governador Siqueira Campos (DEM), que acabou como primeiro suplente.

Nada satisfeito

Contudo, desde a sua eleição, Gomes não vinha se mostrando satisfeito com o tratamento recebido no governo do Tocantins. Foram muitos os relatos de reclamações dele que chegaram à Coluna do CT.

Extensão do Palácio Araguaia

A coisa mudou de figura nas últimas semanas quando ele assumiu a liderança de Bolsonaro no Congresso. Gomes passou a ter três gabinetes no Senado —os dois que já tinha, como parlamentar e membro da mesa diretora (é segundo secretário); e agora de líder. Conforme políticos tocantinenses, passou a ser comum os ambientes do senador ocupados por secretários do governo do Estado. Se tornaram extensão do Palácio Araguaia.

Tudo pelas mãos de Gomes

O assédio tem motivo claro: o presidente Jair Bolsonaro já avisou que tudo que se relaciona ao Tocantins, necessariamente, terá que passar pelas mãos de Gomes.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também