CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Em áudio no grupo do DEM, Gaguim diz que presidente da Câmara seria “o 1º” a ir preso com 2ª instância

Em áudio no grupo do DEM, Gaguim diz que presidente da Câmara seria “o 1º” a ir preso com 2ª instância
4.8 (96.36%) 11 votos

Um áudio do deputado federal Carlos Gaguim (DEM) enviado ao grupo de WhatsApp do Democratas foi repercutido nesta terça-feira, 12, pelo site O Antagonista. Na gravação, o tocantinense estaria minimizando as possibilidades de sucesso da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para instituir a prisão de condenados em 2ª instância. Sobra até para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Nem aqui, nem na China

Conforme o Antagonista, Carlos Gaguim discutia com o deputado Arthur Maia (DEM-BA), que seria favorável à aprovação do texto. “Está totalmente equivocado. Esta PEC não passa nem aqui, nem na China. Nós vamos pegar uma coisa que não é nossa para que?”, questionou o tocantinense.

O primeiro a cair é o presidente da Câmara

Gaguim não parou por aí e indicou que seria o presidente da Câmara dos Deputados o primeiro a cair caso a PEC fosse aprovada. “Estão falando que o primeiro que vai [ser preso] em segunda instância é o nosso presidente Rodrigo [Maia, DEM]”, completou o tocantinense, que estendeu a sua preocupação aos demais políticos. “E nossos líderes? E nós? Gente que não deve nada sendo acusado sem prova. Você já foi governador, já foi prefeito? Você nunca foi gestor, por isto está falando isto”

A Coluna do CT tentou contato com o parlamentar tocantinense para tentar confirmar a veracidade do áudio, mas as ligações e mensagens não foram respondidas. Entretanto, Carlos Gaguim enviou nota para O Antagonista alegando que o áudio está “totalmente fora de contexto”. O site ainda diz que Rodrigo Maia se chateou com o vazamento e saiu do grupo.

Ouça o áudio:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também