CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Sisemp avalia resultados da CPI como positivos e quer usar relatório para alterar leis municipais

O presidente do Sindicato dos Servidores de Palmas (Sisemp), Hegel Albuquerque, disse que a entidade quer aproveitar o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do PreviPalmas, que traz uma série de orientações, inclusive para o Executivo, para, através do Conselho de Previdência, provocar algumas alterações em leis municipais. “O objetivo é fortalecer e dar mais autonomia à gestão do PreviPalmas”, explicou.

Albuquerque avaliou que os resultados dos trabalhos da CPI foram muito positivos e contou ter parabenizado cada um dos membros da comissão. “Agora precisamos aproveitar esse momento ruim que o PreviPalmas passou e fazer coisas positivas”, defendeu o sindicalista.

Ele disse que o momento é propício para isso, já que o Conselho de Previdência vai mudar de gestão, uma vez que está vencendo os dois anos de mandato. “Inclusive, já indicamos nossos conselheiros”, contou.

Albuquerque afirmou que o sindicato aguarda “o mais rápido possível” a realização do concurso do PreviPalmas para que os servidores do órgão sejam de carreira. “O que vai ser muito positivo para o instituto.”

O sindicalista ainda ressaltou que “milita para que o presidente do PreviPalmas seja um profissional concursado, um efetivo que tenha qualificação técnica, que passe por sabatina na Câmara”.

— Confira tudo o que o CT publicou sobre a CPI do PreviPalmas

Recuperação e penalização
Albuquerque avaliou que o relatório da CPI junto a MPE, MPF, PF e outros órgãos competentes vai se somar à denúncia que o sindicato já fez nessas instituições e contribuirá “para tornar mais célere a recuperação do dinheiro e penalizar os responsáveis por tirar esse dinheiro do instituto”. “A gente espera que esta nova etapa traga respostas o mais breve possível e continuaremos acompanhando esses outros órgãos que receberão o relatório da CPI, cobrando celeridade”, avisou.

Ele disse esperar que desta história o PreviPalmas “saia com mais autonomia, mais maduro, com menos possibilidade de que isso se repita daqui para frente”. “Que sirva de exemplo para qualquer gestor que ache que pode colocar as mãos no nosso dinheiro da aposentadoria e não ter ninguém que o reclame, porque, se depender de nós, na nossa gestão, ficaremos de olho diuturnamente”, garantiu o presidente do Sisemp.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também