CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Caravana da Sanidade Animal levará orientação e vacinas para criadores de gado nos projetos de assentamento de Araguaína

Na próxima sexta-feira, dia 25, o Projeto de Assentamento Rio Preto receberá as primeiras ações da Caravana da Sanidade Animal, uma iniciativa da Prefeitura de Araguaína, Governo do Tocantins, Sebrae e as empresas Terrafós e MSD Saúde Animal Brasil para levar informação e orientação de manejo sobre as vacinas mais importantes para a saúde dos rebanhos. Na oportunidade, a caravana também levará vacinas para serem comercializadas junto aos criadores para a imunização imediata dos animais.


No ano passado, o Ministério da Agricultura anunciou que os estados do Tocantins, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Distrito Federal foram liberados da vacinação obrigatória contra a febre aftosa. Diante do cenário, a Adapec (Agência de Defesa Agropecuária) e as secretarias da Saúde e do Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Araguaína temem uma queda na imunização voluntária.
 

“A caravana visa conscientizar os produtores sobre a importância da proteção sanitária contínua de seus rebanhos, mesmo após a suspensão da vacinação obrigatória contra a febre aftosa, visando assegurar a saúde geral dos animais”, explica Mário Augusto Vitória, Superintendente da Agricultura.
 

Mesmo sem a obrigatoriedade, os estados ainda precisam manter as ações sanitárias que dão suporte à retirada da vacina contra a aftosa. As sete unidades federativas somam um rebanho de 113 milhões de cabeças de gado bovino e bubalino e são responsáveis pela maior parte da carne exportada para outros países.

Cinco passos

A Caravana da Sanidade Animal distribuirá entre os criadores uma cartilha com os cinco passos essenciais para o manejo correto das vacinas. As etapas incluem desde o armazenamento correto das doses até a declaração da vacinação. Conheça os cinco passos:
 

1) Temperatura adequada: manter as vacinas entre 2 a 8 graus Celsius, armazenando-as na geladeira. Durante o transporte para o curral, utilizar um isopor com gelo.

2) Seringas estéreis: certificar-se de que todas as seringas estejam esterilizadas e prontas para o uso, descartando-as após o uso.

3) Aplicação correta: administrar as vacinas via subcutânea, na tábua do pescoço ou coxa do animal.

4) Manejo gentil: ao levar os animais ao curral, realizar o manejo com calma e tranquilidade para garantir a eficácia das vacinas.

5) Declaração da vacinação: para realizar transações com o rebanho, não esquecer de declarar a vacinação dos animais no escritório da Adapec.

Outras vacinas

Além das orientações, a caravana também vai destacar a importância de outras vacinas para a proteção integral dos animais. Os órgãos de fiscalização determinam a imunização contra o Botulismo, Cloristridioses, Raiva e Brucelose em bezerros, novilhas e animais machos e fêmeas.

Para mais informações e participação na Caravana da Sanidade Animal, os interessados podem entrar em contato com a Prefeitura de Araguaína nos telefones (63) 99211-1999 e (63) 9228-9766. (Da assessoria de imprensa)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também