CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Governo publicará nesta quarta-feira edital do concurso da PM; inscritos no certame cancelado serão ressarcidos

O governador Mauro Carlesse (DEM) anunciou na tarde desta quarta-feira, 23, o edital do concurso da Polícia Militar do Tocantins (PMTO). São ofertadas mil vagas para praças, sendo 950 vagas para o quadro operacional, 25 para o quadro de músicos e outros 25 vagas para o quadro da saúde (QPS) distribuídas em 20 para técnico em enfermagem e 5 para técnico em saúde bucal. O certame busca atender à demanda de reposição de efetivo da corporação após a anulação do concurso realizado em 2018, além de atender às novas necessidades surgidas devido à pandemia da Covid-19.

Edital 

O edital será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira, 23, e disponibilizado no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) a partir do dia 24 de dezembro. A inscrição no concurso para soldado tem como pré-requisito o ensino médio completo, idade mínima de 18 anos no ato da inclusão na corporação e idade máxima de 32 anos no ato da inscrição no concurso. 

Vagas da saúde

Para concorrer às vagas destinadas ao quadro da saúde, os candidatos devem, além dos requisitos gerais, possuir os cursos de Técnico em Enfermagem ou Técnico em Saúde Bucal. Já para o quadro de músicos, não há necessidade de ser portador de certificado de cursos na área, porém o candidato será submetido a uma prova prática instrumental como etapa do certame. 

Inscrições

As inscrições serão abertas no dia 4 de janeiro de 2021 às 10 horas; encerrando às 18 horas do dia 23 de janeiro de 2021. O valor da inscrição é de R$ 80,00. 

Equilíbrio fiscal

Mauro Carlesse destacou o esforço fiscal do Estado. “É uma alegria muito grande, mesmo com a pandemia e toda essa situação, termos recursos para fazer esse concurso público. Tudo isso foi possível graças ao ajuste fiscal e ao enquadramento do Estado no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, assim poderemos realizar o concurso público que tanto a nossa sociedade necessita, para termos esses policiais atuando em nossas cidades”, ressaltou.

Ressarcimento do concurso cancelado

O governo estadual também lançou um processo para ressarcir os inscritos no concurso cancelado cancelado em abril 2019 após constatação de fraudes, que foram de celulares de candidatos com gabaritos a envelopes de provas violados. Todo o processo de devolução da taxa de inscrição será realizado de forma virtual, por meio do endereço http://ressarcimentoconcurso2018.pm.to.gov.br. É obrigatório o fornecimento de conta bancária cujo titular seja o candidato inscrito. O sistema de reembolso estará disponível no endereço eletrônico a partir de 18 de janeiro de 2021 até o dia 3 de março de 2021. Depois deste período, será realizada a análise dos pedidos encaminhados. O pagamento do ressarcimento será processado pela Polícia Militar do Estado do Tocantins, em lotes.

https://twitter.com/rolfvidal/status/1341860722603679746

COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também