CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Mais de quatro meses após instituição por lei, Sindepol cobra indenizações por acúmulo de função

Mais de quatro meses após instituição por lei, Sindepol cobra indenizações por acúmulo de função
5 (100%) 10 votos

Sancionada no fim de abril, a Lei das Indenizações por acúmulo de função para delegados de Polícia Civil (PC) ainda não foi cumprida pelo governo estadual, é o que afirma o sindicato da categoria (Sindepol) em material enviado à imprensa. Em constante embate com o Executivo após a edição de novo estatuto da PC, de um manual de procedimento e da criação da Dracco, a entidade classifica o caso como mais um episódio de “negligência”.

Nem um centavo pago

Presidente do Sindepol, Mozart Félix afirma que “nem um delegado recebeu um centavo dessas indenizações” desde a sanção da legislação. Conforme a entidade, o titular da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e indicado como responsável pela viabilização da regulamentação, Cristiano Sampaio não tomou qualquer medida para o cumprimento do texto mesmo após o prazo de 30 dias a partir da publicação – 25 de abril – para a efetivação dos pagamentos.

A legislação

A Lei 3.463 de 2019 prevê indenização aos profissionais que estiverem na direção concomitante de mais de uma Delegacia de Polícia Civil – inclusive na hipótese de substituição decorrente de vacância do cargo, férias individuais, licenças ou afastamentos; também aos que cumprirem jornada normal de trabalho e, cumulativamente, em regime de plantão ou de sobreaviso. As compensações variam de 2,7% a 35% do subsídio inicial da carreira a depender do caso.

Outro lado

SSP contesta Sindepol e garante estar honrando programação de pagamento das indenizações


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também