CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Apontado como o mais importante escritor do TO, José Francisco Concesso morre de Covid-19 aos 84 anos

Por Zacarias Martins
Especial para a Coluna do CT

A literatura tocantinense está de luto. Faleceu no início da manhã desta sexta-feira, 4, vítima da Covid-19, em Marabá (PA), onde estava em visita a familiares, o professor e escritor José Francisco da Silva Concesso, aos 84 anos. Ele, que presidia a Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense (Acalanto), do qual também era seu fundador, também integrava os quadros da Academia Tocantinense de Letras (ATL).

Nascido em Rio Espera, em Minas Gerais, Concesso chegou a Araguaína em meados de 1966. Na cidade foi diretor regional da Secretaria Estadual da Educação e vice-diretor de faculdade. Também foi professor de latim, direito, teologia e escritor. Além de Araguaína, teve passagens por Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Lagoa Santa, Itália, Espanha e Cuba.

Em 2017, em substanciosa matéria jornalística, Concesso foi apontado como o escritor mais importante do Tocantins pelo “Mapa Literário”, da revista Super Interessante, da Editora Abril, que fez um levantamento minucioso sobre os principais escritores de cada Estado da Federação.

A seleção de autores destaque em cada Estado baseou-se em número de prêmios ganhos, participações em Academia de Letras de suas respectivas federações, cobrança nos vestibulares locais, número de traduções para línguas estrangeiras e se o autor é reconhecido por sintetizar a identidade de cada Estado, não sendo determinante seu local de nascimento.

Perfil

José Francisco da Silva Concesso, nasceu em Rio Espera/MG no dia 9 de março de 1936 e fez lá seus primeiros estudos no Grupo Escolar Major Miranda.

ESTUDOU
• Ginásio no Seminário de Burnier, distrito de Ouro Preto/MG;
• Filosofia na Fundação Universidade Federal de São João del Rei/MG;
• Teologia em Roma, Italia na Pontifícia Universidade Gregoriana;
• Técnico em Enfermagem em Roma na Ordem de Malta;
• Letras na Universidade de Valença em Valença/RJ; Direito na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais;
• Gerontologia na Universidade Federal do Tocantins;
• Tradução na ETIMIG, Belo Horizonte/MG.

ESPECIALIZOU-SE
• Em Leprologia em Fontilles na Espanha;
• Em Espanhol na Universidad de La Habana, Havana, Cuba;
• Em Educação na Universidade Federal de Goiás;

EXERCEU OS SEGUINTES CARGOS
• Capelão da Aeronáutica no Parque de Aeronáutico de Lagos Santa/MG;
• Diretor do Instituto São Marcos em Esteves, Município de Valença/RJ;
• Diretor da FACILA- Faculdade de Educação Ciências e Letras de Araguaína;
• Pároco em Araguaína/TO;
• Professor de Latim na UNITINS, campus de Araguaína/TO;
• Vice-Diretor da Faculdade Católica Dom Orione em Araguaína/TO;
• Professor de Direito Canônico na Faculdade Católica Dom Orione.

DADOS LITERÁRIOS

MEMBRO EFETIVO DAS ACADEMIAS DE LETRAS
• ATL – Academia Tocantinense de Letras em Palmas/TO;
• ACLGR – Academia Cordisburguense de Letras Guimarães Rosa em Cordisburgo/MG.
• ACALANTO – Academia de Letras de Araguaína.

MEMBRO CORRESPONDENTE
• AGL – Academia Gurupiense de Letras de Gurupi/TO;
• AIL – Academia Imperatriziense de Letras, Imperatriz/MA;

CRIOU AS ACADEMIAS DE LETRAS
• Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense -ACALANTO, em Araguaína-TO.
• Academia de Letras Mirim de Araguaína – ALMA, em Araguaína-TO.
• Academia de Letras Juvenil de Araguaína- ALJUVA, em Araguaína-TO.

PUBLICOU OS LIVROS
• LATIM primeiros passos;
• Data Venia;
• Meu Primeiro Picolé;
• Casaletto Spartano;
• Educação de Balaio;
• Análise Sintética para Estudantes de Latim.

PARTICIPOU DAS ANTOLOGIAS, REVISTAS E
PRÊMIOS LITERÁRIOS

• 11º Premio Missões, Igaçaba produções;
• Antologia Lafaiete em Prosa e Verso;
• Revista da Academia Tocantinense de Letras;
• Coletânea Acalanto (coautoria);
• Anuário de Poetas e Escritores do Tocantins, 2017;
• Acalanto em Prosa e Verso, 2012.

LIVROS NO PRELO
• Abandonado na Abissfnia (romance);
• Colégio Santa Cruz (história);
• Como Construir um Livro (Didático);
• Orionitas nas Missões de Goiás (história);
• Exportando Minas (Guia Turístico);
• Dr. Murilo Vilela (crônicas biográficas);
• Oferecendo Anzóis (Políticas Públicas);
• Trem de Mineiro (Crônicas e contos);
• Um Dedo de Prosa (Contos);
• Memórias de Um Vigário da Roça (Crônicas);
• Uma Gota por Dia (autoajuda);
• Engenharia Literária (Didático);
• A Confusão das Cumbucas (crônicas);
• Meu Primeiro Lápis (Crônicas);

TRADUZIU ENTRE DOCUMENTOS OFICIAIS DOS IDIOMAS
Italiano, Francês, Espanhol e Latim. É o único tradutor de Latim do Estado do Tocantins.
COMUNICA-SE NOS SEGUINTES IDIOMAS
Italiano; Francês; Inglês; Espanhol e Latim.
VIAJOU por dezessete países e estudou em três: Itália, Espanha e Cuba.

________________________________________

Notas de pesar

O Tocantins perde um dos seus grandes intelectuais nesta sexta-feira, 4, o professor e escritor José Francisco da Silva Concesso. Mineiro de nascimento e tocantinense de coração, Dr Concesso deixa um legado cultural inestimável para o nosso Estado. 
Com vários livros publicados, Dr Francisco da Silva fundou a Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense (Acalanto) e também era integrante da Academia Tocantinense de Letras (ATL).

Neste momento de tristeza, externamos os nossos mais sinceros sentimentos e condolências a todos os familiares, amigos e à classe de escritores da ATL e da Acalanto. Rogamos a Deus o amparo necessário ao espírito do Dr José Francisco da Silva Concesso.

Respeitosamente, 

Deputada Federal Dulce Miranda e Marcelo Miranda
_____________________________________

É com imenso pesar que a Prefeitura de Araguaína recebe a notícia do falecimento nesta sexta-feira, 4, do escritor José Francisco da Silva Concesso, aos 84 anos, vítima de covid-19.

Concesso é natural de Rio Espera, em Minas Gerais, e nasceu no dia 9 de março de 1936. Ele foi o quarto padre a vir para Araguaína, onde se tornou professor e vice-diretor da Faculdade Católica Dom Orione. Grande influenciador da cultura, também foi fundador da Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense (Acalanto) e publicou mais de 15 livros.

Nossos sentimentos a todos os familiares e amigos. Que Deus possa confortar e dar forças para enfrentar este momento de dor.

Ronaldo Dimas Nogueira Pereira
Prefeito de Araguaína

_______________________________________

Foi com enorme pesar que recebi a notícia do falecimento do professor e escritor araguainense José Francisco Concesso, aos 84 anos, ocorrido no início da manhã desta sexta-feira, 4, em Marabá (PA), onde visitava familiares.

Expoente da literatura, educador incansável e intelectual renomado, o Professor Concesso era presidente e um dos fundadores da Academia de Letras de Araguaína e Norte Tocantinense (Acalanto), sendo autor de diversas obras de destaque como “Latim – Primeiros Passos”, “Andanças”, “Retrato Falado”, “Escrevendo para Todos” e “Meu Primeiro Picolé”.

Nascido em Rio Espera (MG) e com passagens, ao longo da vida, por várias cidades, inclusive da Europa, o Professor Concesso foi pioneiro em Araguaína, deixando um legado cultural incontestável para o município, o Tocantins e o Brasil.

Neste momento de tristeza e consternação, externo meus sinceros sentimentos aos familiares, amigos e admiradores, pedindo a Deus que os conforte e dê força.

Elenil da Penha
Deputado estadual


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também