CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

LIVROS & CIA / Estreia no romance do professor José Antônio; Divinópolis terá Academia de Letras

Professor José Antônio reside na região norte do Tocantins (Foto: Divulgação)

Pela Editora Veloso, o professor José Antônio, de Riachinho, no norte do Tocantins,  está fazendo a sua estreia no universo literário com o romance O Injustiçado – As provações do jovem Frederico.  A obra se concretizou após um grande estímulo que o autor recebeu por parte do festejado escritor Pedro Albeirice, que atua na UFT de Araguaína.

Drama e mistério

Segundo o autor, trata-se de uma narrativa de ficção, inspirada em fatos reais, que apresenta, em seu enredo, um pouco de drama e mistério, ao mesmo tempo em que narra a euforia de um jovem promissor, de uma inteligência invejável e de um caráter grandioso.

Credenciais do autor

José Antônio é licenciado em Matemática pelas Faculdades Integradas de Ariquemes –FIAR/CESUAR, e em Pedagogia pela Unitins. É professor da rede pública de ensino há 15 anos. Também exerceu a função de coordenador pedagógico. Atualmente está lotado como professor na Escola Estadual São José, em Piraquê, a 470 km de Palmas.



Academia de Letras de Divinópolis

Dentro de pouco tempo, Divinópolis do Tocantins deve contar com uma Academia de Letras. Projeto de lei nesse sentido, de autoria do vereador Orlandin da Boa Fé (PSD), foi aprovado pelo Legislativo local e se encontra no aguardo da sanção do prefeito Padre Florisvane (PSD).

Incentivo

A concretização da Academia de Letras de Divinópolis do Tocantins (ALD) se dá graças ao incentivo dos escritores Luciano Moreira, César Lustosa e do vice-presidente da Academia de Letras de Paraíso do Tocantins,  Toni Ferreira, todos empenhados no fomento da atividade literária na região do chamado Vale do Araguaia.

As Academias

Divinópolis terá a nona Academia de Letras do Tocantins, além, é claro, da Academia-Mãe, a ATL – Academia Tocantinense de Letras, hoje presidida pela escritora Mary Sônia Valadares. As cidades tocantinenses que já contam com uma Academia de Letras são: Gurupi, Palmas, Porto Nacional, Araguaína, Dianópolis, Paraíso do Tocantins, Araguacema e Arraias. A primeira cidade do interior tocantinense a criar uma Academia foi Gurupi, em 30 de novembro de 1999.


Fomento à leitura inclusiva

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Muito louvável a iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, que lançou quatro livros em formatos acessíveis, que permitem a leitura em língua de sinais, com legenda, áudio, imagens e leitura simples de texto.

As obras

As obras disponibilizadas são Come, menino, de Letícia Wierzchowski; A Mulher que Matou os Peixes, de Clarice Lispector; Um Sonho no Caroço de Abacate, de Moacyr Scliar e A Aldeia Sagrada, de Francisco Marins. Ao todo já foram disponibilizados 13 livros dentro do programa Leitura Inclusiva. Confira aqui.


Antologia “A Magia do Natal”


Trata-se do concurso WebTV de Literatura promovido pela emissora virtual WebTV, e tem como objetivo selecionar os contos que vão participar da segunda temporada desse projeto.

INSCRIÇÕES

As inscrições vão até o dia 7 de outubro e são gratuitas. Confira o regulamento completo e a ficha de inscrição, clicando aqui.



ZACARIAS MARTINS
É autor de seis livros de poesias e um de crônicas. Tem participação em mais de 50 antologias literárias pelo País afora. É ainda membro-fundador da Academia Tocantinense de Letras e da Academia Gurupiense de Letras. Integrou o primeiro colegiado do Conselho Estadual de Cultura do Tocantins. Também representa o Tocantins na Academia Brasileira de Jornalismo (ABJ).

Informações sobre eventos literários e lançamentos de livros devem ser enviadas para Zacarias Martins pelo e-mail zacamartins@gmail.com.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também