CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Parte dos aliados defende que Cinthia saia e outra quer que ela fique no PSDB

Prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (Foto: Divulgação)
Parte dos aliados defende que Cinthia saia e outra quer que ela fique no PSDB
4.7 (94.55%) 11 votos

Ficar ou deixar?

Parte dos aliados da prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, defende que ela não deveria mais insistir em ficar no PSDB. Para eles, Cinthia precisa definir com mais velocidade seu futuro partidário para acomodar o grupo e passar a construir a musculatura que precisa para as eleições de 2020. Assim, esses aliados avaliam que não é estratégico a prefeita perder tempo precioso em debates internos infrutíferos, que poderia ser destinado à conquista de espaços visando as disputas do ano que vem.

Muda tudo depois do dia 31

Outros aliados entendem que a prefeita deve ficar no PSDB, porque tudo vai mudar no partido depois do dia 31, quando o grupo liderado pelo prefeito de São Paulo, João Dória, assumirá o comando nacional tucano. Ex-ministro das Cidades, o deputado federal pernambucano Bruno Araújo vai presidir o PSDB e esses aliados de Cinthia avaliam que é pouco provável que o ex-senador Ataídes Oliveira continue no comando no Tocantins, uma vez que tem a imagem — avalia essa turma — “ruim junto à executiva nacional”, quadro agravado pelo fato de ele estar sem mandato.

Para atingir?

No Paço, a indicação da deputada estadual Luana Ribeiro para a presidência metropolitana do PSDB foi recebida como mais uma ação de Ataídes para atingir a prefeita. Luana e Cinthia têm suas divergências.

Por quase três horas

Semana passada, Cinthia recebeu a presidente do DEM, deputada federal Dorinha Seabra. As duas ficaram conversando por quase três horas a portas fechadas.

Fala genérica

Altos palacianos negam que o governador Mauro Carlesse (PHS) tenha tido a intenção de criticar a prefeita Cinthia Ribeiro ao afirmar num discurso semana passada que “Palmas é uma cidade de quatro avenidas” e que “o povo sofre sem asfalto nas quadras”. Conforme essas fontes, foram “falas genéricas para chamar a atenção dos gestores presentes e futuros para a necessidade de descentralizar as ações na Capital, atendendo as regiões periféricas da cidade”.

Compromisso com a base

Boa diplomacia à parte, o palaciano assegura que Carlesse vai apoiar um candidato em 2020, por óbvio, com compromisso com a base do governo.

Dos 27 prefeitos, 15

Dos 27 prefeitos do PSDB, 15 participaram da eleição do partido no sábado. Entre as ausências, uma óbvia, de Cinthia; e outra, nem tanto, Laurez Moreira, de Gurupi.

Irmão de Moisés da Sercon

O empresário José Luis Costa é cotado para assumir a presidência do MDB de Miracema. Ele é irmão do prefeito Moisés da Sercon, assassinado em agosto. O MDB miracemense elegerá nova direção na sexta-feira, 10, das 14 às 18 horas. Costa é o nome que consegue o consenso dos grupos internos da legenda.

Foco em 2020

Ainda sobre o MDB, o novo presidente do diretório de Araguaína, deputado estadual Jorge Frederico, eleito na sexta-feira, 3, afirmou que o foco agora é preparar o partido para as eleições de 2020, para garantir uma forte chapa de vereadores. No município a sigla tem três parlamentares na Câmara —José Ferreirinha, Geraldo Silva e Edimar Leandro, que se filiou há cerca de 15 dias.

Muito candidato para pouco eleitor

Se todo mundo que diz que é candidato a prefeito de Palmas confirmar o nome em convenção, vai faltar eleitor.

Leia também