CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Com empréstimos de R$ 583 mi para Estado, empresários projetam emprego, renda e crescimento

Com empréstimos de R$ 583 mi para Estado, empresários projetam emprego, renda e crescimento
5 (100%) 10 votos

Na iminência de assinar contratos de R$ 583 milhões em empréstimos junto à Caixa Econômica Federal (CEF), o governo estadual repercutiu com a classe empresarial o impacto de tal iniciativa na economia. Líderes de entidades foram unânimes em classificar que os investimentos com estes recursos movimentará o comércio e a indústria com a geração de emprego e renda, destacando o impacto em todo o Estado, visto que há previsões de obras para todos os 139 municípios.

Bartolomé Alba, presidente do Sinduscon (Foto: Divulgação)

Quando se cria empregos, economia aquece

Presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), Itelvino Pisoni, entende a liberação do empréstimo reflete no setor comercial, de bens e serviços. “Com a possibilidade desses empréstimos, devido à adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a Fecomércio acredita que um investimento maior em infraestrutura vai aquecer a economia com a geração de empregos e renda, pois quando se cria empregos, o comércio e o setor de serviços se aquecem”, destacou.

Resposta imediata

À frente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Tocantins (Sinduscon), Bartolomé Alba Garcia já projetou impacto na geração de postos de trabalho. “Essas 20 mil frentes de emprego, na relação da construção civil, representam 80 mil pessoas no entorno funcionando. Isso sem dúvida vai ativar a economia do Estado trazendo um benefício muito grande, porque a resposta da construção civil em relação ao mercado é imediata, no máximo 30 dias”, afirmou Bartolomé Alba Garcia.

Presidente da CDL de Palmas, Silvan Portilho (Foto: Divulgação)

Movimentação fará com que comércio cresça

Na Câmara de Dirigentes Lojistas de Palmas (CDL), o presidente Silvan Marcos Portilho, pontua que o otimismo dos comerciantes está voltado para o recurso que será injetado nos municípios. “Sabemos que essa grande movimentação financeira vai fazer com que o comércio cresça, movimentando a economia das cidades e gerando mais empregos oriundos das grandes obras de infraestrutura do Estado, bem como do comércio local que terá uma demanda ainda maior,” destacou Silvan Marcos Portilho.

Sobre as Obras

Além das obras de infraestrutura nos 139 municípios, o governo esclarece que será contemplado no contrato de R$ 453 milhões a construção do Hospital Geral de Gurupi; a pavimentação das rodovias ligando Gurupi ao Trevo da Praia (TO-365); pavimentação da rodovia ligando Lagoa da Confusão à Barreira da Cruz (TO-225); a duplicação da rodovia ligando Araguaína ao Novo Horizonte; a pavimentação da TO-243 ligando Araguaína ao povoado Mato Verde; reforma do Ginásio Ercílio Bezerra, em Paraíso do Tocantins, e do Estádio Castanheirão, em Miracema; e ainda, a viabilização de obras como a construção de unidades habitacionais, e complementação de obras do programa Pró-Transporte.

Solenidade

O contrato que oficializa a liberação do financiamento de R$ 453 milhões será assinado nesta quinta-feira, 12, às 14 horas, no Palácio Araguaia, pelo governador Mauro Carlesse (DEM) e pelo presidente da Caixa, Pedro Duarte Guimarães, com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), do presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM), e de autoridades políticas e setoriais de todo o Estado. Na ocasião, também será assinado o contrato para financiamento de mais R$ 130 milhões, destinados para a construção da nova ponte de Porto Nacional sobre o Rio Tocantins. (Com informações da Secom)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também