CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

No Tocantins, Blairo Maggi anuncia projeto para melhorar escoamento da safra do País

Proposta  está sendo elaborada a partir de estudo da Embrapa Monitoramento e receberá contribuições de representantes de entidades do agronegócio

0

O ministro Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, anunciou em Caesara, nessa quinta-feira, 15, que no próximo mês deverá ocorrer o lançamento de projeto de infraestrutura para melhorar escoamento da safra agrícola do país. O projeto está sendo elaborado a partir de estudo da Embrapa Monitoramento e receberá contribuições de representantes de entidades do agronegócio. Maggi abriu, ao lado do governador Marcelo Miranda (MDB), a safra 2017/2018 do Tocantins.

A expectativa é uma colheita de 4,5 milhões de toneladas de grãos nesta safra. A soja é o maior destaque na produção de grãos do Tocantins, com aproximadamente 1 milhão de hectares, com produção de mais de 2,85 milhões de toneladas e ampliação de área em aproximadamente 3%.

Em seguida vem o milho, com área superior a 200 mil hectares e produção de mais de 882 mil toneladas. Na sequência, o arroz, com 129 mil hectares e produção de 650 mil toneladas, número que coloca o Estado em terceiro lugar no índice de produção do grão.

O ministro destacou que o Tocantins é um dos Estados com maior potencial para continuar ampliando os seus números no campo da produção de grãos. “O Tocantins tem muito mais infraestrutura do que outros Estados, o que o coloca em uma posição de destaque na produção de grãos no Brasil. O Estado tem ótimas condições para superar, cada dia mais, os seus índices de produção. Eu sei que o Tocantins é e será uma peça fundamental para o Brasil e o mundo”, ressaltou.

O governador Marcelo Miranda destacou a importância do diálogo que vem sendo feito pelo governo do Estado com o Ministério da Agricultura. “Tenho a certeza de que não somente a produção de grãos marcará o diálogo com o Mapa [Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento], mas todos os setores ligados ao desenvolvimento da agricultura, da pecuária e do abastecimento no Tocantins”, apontou.

Marcelo também ressaltou o potencial do Estado para continuar crescendo na produção de grãos. “Mesmo diante dos desafios, temos perspectivas positivas com relação a nossa capacidade produtiva. Produzimos grãos de excelente qualidade. Temos mercado aqui e no exterior, a China, por exemplo, absorve mais de 58% do que produzimos”.

Defesa da união
O proprietário da Fazenda Bacaba, onde ocorreu a abertura da safra, e representante do Grupo Locks, Samuel Maggi Locks, falou em defesa dos produtores. “Devemos permanecer unidos, porque assim podemos continuar avançando e fortalecendo as nossas atividades. Esse é um importante momento para partilharmos boas ideias”, disse.

A produção na Fazenda Bacaba foi destacada pelo ministro: “Uma fazenda como essa tem 17 mil hectares de lavoura, gerando centenas de empregos. E esses empregos geram outros tantos na cidade em setores de alimentos, de transporte. E isso vai transformando o Tocantins”.

A solenidade contou com a presença de produtores da região, lideranças políticas, dos deputados estaduais Valdemar Júnior (MDB), Valderez Castelo Branco (PP) e Nilton Franco (MDB); dos deputados federais Dulce Miranda (MDB), Dorinha Seabra (DEM) e Lázaro Botelho (PP); e do senador Ataídes Oliveira (PSDB). (Com informações da Secom Tocantins e Ascom do Mapa)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também