CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Pequenos negócios do TO geram 1º emprego para 2,4 mil trabalhadores em 2017

0
Pequenos negócios do TO geram 1º emprego para 2,4 mil trabalhadores em 2017
5 (100%) 1 voto

As micro e pequenas empresas (MPE) são a principal porta de entrada para o mercado de trabalho formal no Brasil. Essa constatação é resultado de pesquisa inédita realizada pelo Sebrae a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de 2017. Ainda conforme a pesquisa, o Pará foi o Estado da região Norte que se destacou no primeiro emprego, em 2017, seguido por Rondônia, Amazonas e o Tocantins. Os pequenos negócios tocantinenses empregaram 2,4 mil trabalhadores estreantes – 1,4 mil do sexo masculino e 1 mil do sexo feminino.

Para o gerente institucional do Sebrae Tocantins, Roberto Morais, o resultado dessa pesquisa demonstra o crescimento da atividade empreendedora diante do cenário econômico do país nos últimos anos. “As pessoas começaram a empreender não por oportunidade, mas por necessidade. Esse crescimento de pequenos negócios fez com que a demanda por contratações aumentasse, gerando oportunidade, principalmente para quem procura o primeiro emprego”, destacou.

Pequenos negócios
Segundo o levantamento, os pequenos negócios deram a primeira oportunidade de emprego para a maioria (55%) do total de 1,4 milhão de pessoas que assinaram a carteira de trabalho pela primeira vez no ano passado. Enquanto isso, as médias e grandes empresas (MGE) absorveram 44% dessa mão de obra e as empresas da Administração Pública, o 1% restante.

De acordo com a pesquisa do Sebrae, 69,5% das 755,5 mil pessoas que foram contratadas pelas MPE e que tiveram a carteira assinada, pela primeira vez, em 2017, eram jovens com até 24 anos de idade. Os trabalhadores do sexo masculino foram maioria, representando 54% da mão de obra contratada pelos pequenos negócios e 56% das MGE. Além disso, mais da metade dos trabalhadores que se iniciaram no mercado de trabalho (56%), por meio dos pequenos negócios, em 2017, possuía ensino médio completo.

Outro dado revelado pelo levantamento do Sebrae mostra que a maior concentração do primeiro emprego, entre as MPE, aconteceu nos setores de Comércio e Serviços. Nos pequenos negócios do Comércio, em 2017, ingressaram pela primeira vez no mercado de trabalho 297,2 mil trabalhadores, sendo a maioria do sexo feminino. Já as MPE do setor de Serviços empregaram um quantitativo pouco menor de iniciantes no mercado de trabalho (271,4 mil), sendo 53% deles do sexo feminino. Juntos, Comércio e Serviços responderam por 75% do total do primeiro emprego nas MPE, em 2017 (comércio por 39% e serviços por 36%). (Com informações da Ascom do Sebrae)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também