CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Kátia diz que vai criar Casa do Produtor para centralizar atendimento

Sobre o plano de governo, Kátia destacou três ações que serão implementadas em regime de urgência

1
Kátia diz que vai criar Casa do Produtor para centralizar atendimento
5 (100%) 2 votos

A candidata ao governo do Estado pela coligação Reconstruindo o Tocantins, Kátia Abreu, reuniu-se em Palmas nesta segunda-feira, 14, com produtores rurais para apresentar as principais diretrizes de seu plano de governo e entregar uma carta de compromisso direcionada ao setor do agronegócio. Uma das propostas é a criação da Casa do Produtor Rural, que centralizará os atendimentos de diversos órgãos públicos do setor.

Sobre o plano de governo, Kátia destacou três ações que serão implementadas em regime de urgência. A primeira delas é o atendimento aos municípios do interior do estado. “As cidades estão abandonadas, há anos sem receber recursos do Estado e tendo que arcar com as despesas de saúde e merenda escolar; a lama asfáltica feita na eleição passada derreteu e tudo o que sobrou foi buraco por todo lado. Precisamos resolver os problemas do interior por que é onde o povo mora, nos municípios”, disse.

A segunda ação prioritária será realizada na segurança pública e saúde: “Temos um efetivo de 3.600 policiais militares, dos quais 700 estão em desvio de função e 500 em funções administrativas. Vamos implantar o banco de horas e entregar o serviço burocrático a jovens do Programa Primeiro Emprego e assim aumentar o efetivo nas ruas”, pontuou Kátia.

Kátia se comprometeu a garantir agilidade no serviço público estadual a todas as ações relacionadas à atividade rural

Já o setor de desenvolvimento econômico será o terceiro eixo a receber atenção com urgência no seu governo. “Vamos capacitar os nossos trabalhadores e desenvolver políticas de incentivo para atrair empreendedores para o Tocantins,  para gerar emprego, renda e tirar as famílias da pobreza”, afirmou a candidata.

Carta de compromisso
Especificamente para o agronegócio, Kátia Abreu apresentou a Carta de Compromisso para a Agricultura. No documento, ela mostra as dificuldades de aumentar os investimentos dos produtores “que estão desestimulados”. Ela cita como exemplo a falta de incentivos para a comercialização do milho e do algodão produzidos no Tocantins.

“Venho até vocês para assumir o compromisso de enviar um Projeto de Lei para a criação do Crédito Fiscal Presumido para o milho e o algodão, na ordem de 80% e 90% do ICMS respectivamente, o que dará ao produtor rural do Tocantins as mesmas condições já existentes nos demais Estados da região do Matopiba”, assegurou.

Kátia Abreu se comprometeu ainda a garantir agilidade no serviço público estadual a todas as ações relacionadas à atividade rural com implantação da Casa do Produtor Rural, que centralizará os atendimentos do Naturatins, Itertins, Ruraltins, Adapec e Coletoria, além de implantar o processo eletrônico da Licença Ambiental e a integração dos sistemas de Tecnologia da Informação entre a Adapec e a Secretaria da Fazenda para otimizar o tempo de emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA) e da Nota Fiscal que acompanham os produtos.

“Afirmo com absoluta convicção que em nosso governo o agronegócio será valorizado e que haverá políticas e ações para o setor rural. E que essas medidas trarão crescimento à agricultura, melhor padrão de transparência aos processos e a inibição de possíveis atos de corrupção”, concluiu Kátia. (Com informações da Ascom da candidata)

Leia também
Receba notícias do CT em seu e-mail
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...