CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Após crítica de Néris, líder comunitário reforça que fim de secretaria traz prejuízo à regularização

Após crítica de Néris, líder comunitário reforça que fim de secretaria traz prejuízo à regularização
5 (100%) 10 votos

O presidente da Associação de Moradores do Lago Norte, Valcy Ribeiro, rebateu às manifestações do vereador Milton Néris (PP) em áudios enviados em um grupo de WhatsApp sobre o vencimento de Medidas Provisórias (MPs) do Executivo. À Coluna do CT, o líder comunitário disse ter “compromisso com a verdade” e que se manifestou publicamente por entender que a extinção da secretaria criada pelo município via MP “traria sim prejuízo  ao processo de regularização em curso no setor e em outras regiões”.

Estado Democrático de Direito

Valcy Ribeiro disse exerceu a “livre manifestação do pensamento”, isto “sem prejuízo daqueles que pensam diferente”. “Assim se dá em estado democrático de direito”, comentou. Quanto às ações positivas da Câmara perante a inclusão do Lago Norte no plano diretor, o líder da região destaca os resultados, mas fala que a intenção é projetar o futuro do setor.  “Rendo as minhas homenagens a esta grande conquista para nossa região, mas nem por isso deixarei de manifestar quando em defesa dos interesses da região que represento. Afinal, não esqueço do passado, mas meu olhar é para frente”, comentou.

Lamento

O líder comunitário conclui que os comentários que fez “se resume ao lamento pelo fim da secretaria” devido à população não ter tido acesso aos debates parlamentares que resultaram na extinção das MPs. “Não é demais lembrar que nós, o povo, somos alheios às discussões, apenas sofremos o impacto das decisões. Para saber um pouco mais é preciso abrir a boca e lamentar e foi isso que fiz – pasmem, não demorou muito para que as explicações chegassem”, reforçou.

Casquinha

No áudio enviado, Milton Néris critica Valcy Ribeiro por “ataques aos vereadores”. O progressista destaca que foi o Parlamento de Palmas o responsável por aprovar a legislação que pode garantir a regularização fundiária e que o restante do processo cabe apenas ao município e o Estado. “Está esquecendo do passado, atacando deliberadamente a Câmara com falta de informação verdadeira para a sociedade. O presidente está faltando com a verdade. Está aproveitando o momento político para tirar uma casquinha”, disparou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também