CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Eleições municipais no Tocantins tem 87 prefeitos que buscam reeleição e duas cidades com apenas um candidato

Jairo Mariano: “Alguns apontam dificuldades de gerência frente à dependência dos municípios brasileiros de recursos federais” (Foto: Divulgação)

As eleições municipais no Tocantins contam com 87 prefeitos buscando a reeleição em universo com 107 gestores ainda no primeiro mandato. Levantamento da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM) mostra que ao 20 políticos não vão tentar se reeleger, apesar da possibilidade. “Alguns apontam dificuldades de gerência frente à dependência dos municípios brasileiros de recursos federais, além da sobrecarga de obrigações impostas aos entes locais, que torna extremamente difícil promover investimentos nas cidades”, aponta o presidente da entidade, Jairo Mariano (PDT).

Sucessores

O Tocantins ainda conta com 32 prefeitos que estão no segundo mandato. Destes, 30 lutarão para elegerem seus sucessores, enquanto que apenas dois prefeitos se manterão neutros, sem interesse em apoiar um candidato ou se lançar aos trabalhos de campanha eleitoral. Além disto, dos 20 prefeitos desistentes de uma eventual reeleição, 18 tentarão promover sucessores, enquanto que dois se manterão neutros na corrida eleitoral.

Candidatos únicos

Dois municípios terão candidatos únicos nessas eleições municipais: Barrolândia – com Adriano Rineiro (DEM) e Nova Rosalândia – que apresenta Enoque Portilio (PSC). O candidato do primeiro município é o atual prefeito, enquanto que do segundo município é um ex-prefeito. Apesar de apenas uma pessoa estar concorrendo a prefeitura, a eleição ocorre normalmente, com votações e apuração final.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também