CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Em crise com Carlesse, congressistas do TO não querem ônibus escolares novos na frente do Palácio Araguaia

Em crise com Carlesse, congressistas do TO não querem ônibus escolares novos na frente do Palácio Araguaia
avaliar matéria

A profunda crise entre bancada federal e o Palácio Araguaia está gerando uma situação inusitada: congressistas insatisfeitos com o governador Mauro Carlesse (DEM) não querem que os ônibus escolares adquiridos com recursos deles sejam estacionados em frente ao Palácio Araguaia. A prática é tradicional antes entrega de veículos aos municípios.

Sem o Palácio

Para tentar contornar a crise, foi sugerido que os ônibus fossem colocados numa área próximo ao Ceulp/Ulbra, na Avenida Teotônio Segurado. Os insatisfeitos concordaram, desde que o governo não comparecesse à solenidade de entrega.

Só Gaguim e Gomes

Apenas o coordenador da bancada, deputado Carlos Gaguim (DEM), e o senador Eduardo Gomes (MDB) estariam aceitando colocar em frente ao Palácio os ônibus adquiridos com suas emendas. Outro também que não se opõe é o deputado Eli Borges (SD).

Mais de R$ 86,3 milhões

Os veículos devem ser entregues nas próximas semanas, num total de 428 ônibus escolares para todos os municípios tocantinenses, adquiridos com R$ 86.300.190 de emendas da bancada no Congresso, através do programa Caminho da Escola, da governo federal.

Do FNDE

Do total, R$ 64.430.190 são de emenda coletiva da bancada do Estado. Gaguim conseguiu mais R$ 5 milhões extras para uma primeira etapa; e, em conjunto com Gomes, obteve outros R$ 16,87 milhões. Os recursos são do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também